Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10047
Título: Práticas nacionais no diagnóstico da apneia obstrutiva do sono e na titulação de CPAP : avaliação dos efeitos na população doente
Autor: Matos, Elsa Margarida Fernandes de, 1982-
Orientador: Paiva, Teresa, 1945-
Palavras-chave: Apneia do sono tipo obstrutiva
Pressão positiva contínua nas vias aéreas
Hipertensão
Transtornos do sono
Medicina do sono
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Introdução: A apneia obstrutiva do sono (AOS) é uma perturbação crónica comum. Diferentes métodos podem ser utilizados para o seu diagnóstico e para a determinação das pressões do tratamento com pressão positiva contínua, sendo a eficiência dos mesmos uma preocupação actual. A aplicação de normas protocolares é crucial para uma optimização dos resultados, existindo recomendações internacionais recentes. Objectivos: Investigar se as recomendações internacionais estão actualmente a ser seguidas; determinar se existem diferenças na população causadas pelo seguimento ou não das normas; averiguar a existência de efeitos na população relacionados com as práticas correntemente utilizadas. Participantes e métodos: Os dados foram solicitados a uma das maiores empresas com serviço domiciliário de CPAP em Portugal, sendo posteriormente a informação cedida pelos pacientes através do preenchimento de um questionário. Tratamento estatístico realizado no programa SPSS. Resultados: A amostra ficou constituída por 165 indivíduos. Em 58,79% dos pacientes foi realizado um exame de diagnóstico e em 88,4% foi utilizado um método de titulação de CPAP, que não estão de acordo com as recomendações internacionais. Apenas 60% dos pacientes cumprem o tratamento com CPAP/APAP. Em 13% dos pacientes, persistem valores de sonolência patológicos após CPAP/APAP. 59,4% dos pacientes afirmaram tomar medicação para a tensão arterial (TA), sendo que, na última avaliação, 38,19% e 6,29% dos pacientes apresentavam valores de TA sistólica e diastólica elevadas. Conclusão: Os resultados obtidos levam-nos a afirmar que na maioria da população com AOS, não está a ser feito o diagnostico e/ou a titulação de CPAP de acordo com as recomendações internacionais. No entanto, não foram encontradas diferenças na população que comprovem o benefício do seguimento dessas recomendações. Este estudo evidencia a existência de alguns efeitos negativos, nomeadamente, na adesão ao CPAP/APAP, nos valores da TA e nos níveis de sonolência da população, que poderão ser resultantes das práticas utilizadas.
Introduction: Obstructive sleep apnea (OSA) is a common chronic disorder. Different methods can be used for OSA diagnosis and for determining the pressures of continuous positive airway pressure treatment, and their efficiency is a current concern. The application of standard protocols is crucial for an optimal outcome, existing recent international recommendations. Objectives: To investigate whether the international recommendations are currently being followed; determine if there are differences in the population caused by following or not the rules; ascertain the existence of effects in population related to practices currently used. Participants and Methods: Data were provided by one of the largest CPAP home service in Portugal, after which the information was provided by patients through the completion of a questionnaire. Statistical analysis was performed using SPSS. Results: The sample consisted of 165 individuals. 58.79% of the patients were subject of a diagnostic test and in 88.4% of the cases a CPAP titration method was implemented that does not comply with the international recommendations. Only 60% of the patients demonstrated adherence to CPAP/APAP. In 13% of the patients, values of pathological sleepiness persisted after CPAP/APAP treatment. 59.4% of patients reported taking medication for Blood Pressure (BP) and at the last review, 38.19% and 6.29% of patients had high levels of systolic and diastolic BP. Conclusion: These results lead us to propose that most people with OSA are not being diagnosed and treated with CPAP in accordance with international recommendations. Nevertheless, no differences were found in the population showing the benefit of following that rules. Overall, we provide some evidence for the existence of adverse effects of the practices in current use, particularly in adherence to CPAP/APAP, in BP values and in the population sleepiness levels.
Descrição: Tese de mestrado, Ciências do Sono, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, 2013
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/10047
Aparece nas colecções:FM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
688184_Tese.pdf1,94 MBAdobe PDFVer/Abrir
688184_Anexo_1.pdf91,87 kBAdobe PDFVer/Abrir
688184_Anexo_2.pdf87,95 kBAdobe PDFVer/Abrir
688184_Anexo_3.pdf601,62 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.