Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10213
Título: Análise dos fatores associados à utilização de cuidados médicos por doentes hipertensos
Autor: Pinheiro, Bernardete Andrade
Orientador: Antunes, Marília Cristina de Sousa
Palavras-chave: Hipertensão
Utilização de cuidados de saúde
Modelos longitudinais
Modelos de contagem
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: A equidade no acesso aos cuidados de saúde é um dos pressupostos básicos do sistema de saúde português, no entanto barreiras ao acesso persistem, sendo necessária a implementação de estratégias que reduzam estas desigualdades. Existem alguns estudos direcionados para analisar os determinantes da utilização de cuidados médicos em Portugal, no entanto análises que estudem estes fatores na população hipertensa são escassas. Este estudo pretende analisar os fatores que determinam a utilização de cuidados médicos, motivados pela hipertensão, em duas coortes de doentes hipertensos, seguidos nos Cuidados de Saúde Primários. Foram analisados os dados provenientes do estudo DIMATCH-HTA, um estudo observacional longitudinal em duas coortes, imigrantes e não imigrantes. A variável indicadora do consumo de recursos foi o número de consultas médicas, autoreportadas, por motivos relacionados com a hipertensão nos três meses anteriores a cada entrevista. A variável foi recolhida em quatro momentos distintos, 3,6,9 e 12 meses após entrada no estudo. As variáveis explicativas consideradas foram idade, sexo, etnia, estado civil, rendimento, nível de ensino, seguro privado, subsistema de saúde, ocupação profissional, número de pessoas do agregado, diabetes, colesterol, controlo de hipertensão, tempo desde diagnóstico de hipertensão e autoperceção da doença. A metodologia usada implicou a comparação de diferentes métodos de regressão de contagem, que permitissem simultaneamente acomodar a correlação dos dados e a dispersão. Entre os modelos estimados, os testes estatísticos deram preferência ao modelo de efeitos aleatórios e ao modelo de classes latentes. Os modelos de efeitos aleatórios são pouco usados no âmbito da economia da saúde, mas este trabalho contribui para demonstrar que estes podem ser uma alternativa interessante para acomodar a heterogeneidade individual. Os resultados do modelo de efeitos aleatórios permitiram concluir que existem diferenças significativas na utilização de cuidados médicos consoante a escolaridade. A perceção do estado de saúde também foi um fator determinante no número médio de consultas. Ser beneficiário de um subsistema de saúde teve impacto negativo no número médio de consultas. O modelo de classes latentes sugere a existência de duas subpopulações com diferentes níveis de utilização. Na classe dos utilizadores \mais controlados "verificou-se que os principais determinantes estavam relacionados com o estado de saúde. Por sua vez, na classe dos \menos controlados", a escolaridade e perceção influenciaram significativamente a utilização de cuidados. Nesta classe de utilizadores, a variável diabetes teve impacto contrário ao esperado, estando associado a uma menor utilização. O estado de saúde e etnia foram os indicadores que mais contribuíram para explicar a afetação às classes.
One of the goals of the Portuguese Health System is to ensure equity in access to health care services, however barriers to access persist, requiring the implementation of strategies in order to reduce these inequalities. There are some studies aimed to study the determinants of health care utilization in Portugal, however specific studies on hypertensive population are scarce. The aim of this study is to identify the determinants of health care utilization in two cohorts of hypertensive patients, followed in Primary Health Care. The data used for this analysis is from the DIMATCH-HTA study, a longitudinal study of two cohorts, immigrants and non-immigrants. The measure of utilization used was the self-reported number of medical visits related to hypertension, within 3 months prior to each interview. The variable was collected in four different times, 3, 6, 9 and 12 months after study entry. The explanatory variables considered were age, gender, ethnicity, marital status, income, education level, private insurance, health subsystem, occupation, number of people in household, diabetes, cholesterol, hypertension control, time since diagnosis of hypertension and self-perception of disease. The methodology involved the comparison of different regression models for count data, which allowed correlation and dispersion of data. Among the estimated models, statistical tests gave preference to the random effects model and the latent class model. The random effects models are slightly used in health economics, however this study contributes to demonstrate that these models can be an interesting alternative to accommodate individual heterogeneity. The results showed significant differences in health care utilization depending on educational level. Also the perception of health status was determinant in health care utilization. In the random effects model, to be beneficiary of an health subsystem had a negative impact on health care utilization due to hypertension. The latent class model suggests the existence of two subpopulations with different levels of usage. In the class of \more controlled" users it was found that the main determinants were health related. In turn, in the class of the \less controlled", education and perception influenced the use of care. Also in this class of users, the variable diabetes had an impact opposed to what was expected, being associated with a lower utilization. Health status and ethnicity appeared to be the most important indicators of class membership.
Descrição: Tese de mestrado em Bioestatística, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/10213
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc106054_tm_Bernardete_Pinheiro.pdf3,22 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.