Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10247
Título: Desenvolver o cálculo mental no contexto da resolução de problemas de adição e subtração : um estudo com alunos do 2.º ano de escolaridade
Autor: Oliveira, Nuno Miguel Ferreira, 1977-
Orientador: Brocardo, Joana, 1956-
Palavras-chave: Didáctica da matemática
Cálculo mental
Resolução de problemas
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Este estudo tem como principal objetivo compreender que estratégias de cálculo mental são usadas por alunos do 2.º ano de escolaridade na resolução de problemas de adição e subtração com números naturais. Especificamente caracteriza as estratégias utilizadas pelos alunos quando resolvem tarefas de adição e subtração, a sua evolução, as dificuldades evidenciadas e a influência do contexto na seleção das estratégias. O quadro teórico está organizado em três áreas: (i) sentido de número; (ii) cálculo mental; (iii) resolução de problemas; e (iv) ambiente de aprendizagem. O estudo segue o paradigma interpretativo e uma abordagem qualitativa, tendo como design o estudo de caso, assente no desenvolvimento de uma experiência de ensino. Os participantes são os cinco alunos do 2.º ano de escolaridade da turma que lecionei no ano letivo 2010/2011. A recolha de dados inclui os registos dos alunos na resolução de problemas, juntamente com gravações vídeo, áudio e notas de campo. A experiência de ensino teve a duração de oito semanas e envolveu a resolução semanal de um problema e duas cadeias de cálculo. As conclusões do estudo revelam que: (i) os alunos utilizam uma grande diversidade de estratégias, e que estas estão relacionadas com os significados dos problemas; (ii) há alunos que usam estratégias mistas nos seus cálculos; (iii) os alunos adequam progressivamente as suas estratégias aos números envolvidos nos problemas, embora nem todos tenham evoluído ao mesmo ritmo; (iv) o ambiente de aprendizagem parece ter influenciado a utilização de estratégias de cálculo mais eficientes, concretamente no uso da compensação (N10C); (v) nas tarefas com contexto os alunos denotam um maior conhecimento acerca das relações entre as operações, recorrendo diversas vezes à operação inversa, o que não é evidenciado nas expressões numéricas, nas quais o sinal de operação influenciou as resoluções.
The main aim of this study is to understand which mental computation strategies are used by students in the 2nd year of primary when resolving addition and subtraction exercises with natural numbers. This study specifically characterizes the strategies used by these students when they resolve addition and subtraction tasks, their progress, the difficulties evidenced and the influence of context in the selection of strategies. The theoretical framework is organized into three areas: (i) number sense; (ii) mental computation; (iii) problem solving; and (iv) learning environment. The study follows the interpretative paradigm and a qualitative approach, having the case study as design, based on the development of a learning experience. The participants are five students in the 2nd year of primary in the class I taught in the 2010/2011 school year. The collection of data includes the student records regarding problem solving, as well as video and audio recordings and field notes. The learning experience lasted eight weeks and involved a weekly problem solving task and two chain calculations. The conclusions of this study reveal that: (i) students use a wide range of strategies and that these are related to the meanings of the problems; (ii) there are students who use mixed strategies in their calculations; (iii) students progressively adapt their strategies to the numbers involved in the problems, although not all of them progressed at the same rhythm; (iv) the learning environment seems to have influenced the use of more efficient mental computation strategies, concretely in the use of compensation (N10C); (v) in the tasks that had a context students showed more understanding about the relationships between operations, resorting to inverse operation several times. This does not happen, however, in numerical expressions, in which the signal operation influenced the resolution.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Didática da Matemática), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/10247
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie044907_tm.pdf2,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.