Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10327
Título: Evolução temporal do conceito de Elemento em química
Autor: Neves, Paula Maria Mendes Esteves Bandarra das
Orientador: Leal, João Paulo, 1963-
Palavras-chave: Elemento químico
Tabela periódica
Manuais escolares
História do ensino
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Os manuais escolares de Química são determinantes no processo de ensino-aprendizagem, influenciando os seus utilizadores acerca das conceções e evolução do conhecimento científico. Apesar do desenvolvimento tecnológico e da diversidade de recursos atualmente à disposição da população em geral, existem professores e utilizadores que fazem do livro de texto a principal e mais importante fonte de informação. Assim, este trabalho tem como objectivo investigar o modo como os livros didáticos de Química têm abordado o conceito de elemento químico na segunda metade do século XX, fornecendo-nos indicadores referentes à forma como ele é transmitido, a celeridade com que foi introduzido no ensino em Portugal, e a evolução do conceito quando é ensinado. Para contextualizar esta pesquisa procedeu-se à análise da legislação relativa ao ensino, emitida durante este último século, particularmente os programas oficiais do Ensino básico e secundário, que abarcavam o estudo da química, e consequentemente o conceito elemento químico. Para uma melhor perceção da evolução temporal do conceito em estudo, foi elaborado um cronograma que evidencia fatos sociais económicos e políticos ocorridos paralelamente à evolução do conceito. Constata-se que, cada vez mais, os livros, em geral, pouco exploram a perspectiva histórica, impossibilitando os seus utilizadores de uma aprendizagem mais rica, estruturada, consistente e significativa.
Chemistry textbooks are crucial in the teaching-learning process, influencing their users in what concerns the concepts and evolution of scientific knowledge. Despite technological development and the diversity of resources currently available to the general population, there are teachers and users for whom the textbook is the main and most important source of information. This study aims at investigating how Chemistry textbooks approached the concept of chemical element in the second half of the twentieth century, providing us with indicators of how it is transmitted, the celerity with which it was introduced in education in Portugal, and the evolution of the concept when it is taught. In order to contextualize this research, we analysed the legislation on education issued during the last century, particularly the official curricula of School Education which encompassed the study of chemistry, and consequently the concept of chemical element. For a better perception of the temporal evolution of the concept under study, a timeline that highlights social, economic and political events occurring in parallel to the evolution of the concept was designed. It is evident that the historical perspective has been less and less approached in books in general, preventing their users from having a richer and more structured, consistent and meaningful learning.
Descrição: Tese de mestrado em Química, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/10327
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc106022_tm_Paula_Mendes.pdf10,31 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.