Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10402
Título: A persistência das falsas memórias com o tempo : confronto entre a activação associativa e extracção temática
Autor: Carvalho, Bruno Ludgero Caiado
Orientador: Carneiro, Paula
Palavras-chave: Memórias falsas
Cognição social
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: Neste estudo foi utilizado o paradigma DRM para analisar o papel da activação associativa e da extracção temática na explicação da persistência das memórias falsas com o passar do tempo. Foram utilizadas listas de associativos com dois itens críticos diferentes – um item crítico associativo (IA), que foi a palavra mais primada pelos associativos da lista; e um item crítico temático (IT), que foi a palavra que melhor descreveu o tema da lista. Após o estudo destas listas, os sujeitos receberam um teste de reconhecimento similar a um teste de escolha forçada, que era entregue no imediato ou diferido em sete dias. Os resultados obtidos demonstraram que o IA produziu mais memórias falsas do que o IT no imediato, o que sugere que a activação associativa tem um maior papel na produção de memórias falsas. Já no diferido, as memórias falsas produzidas pelo IA diminuíram, mas as do IT mantiveram-se estáveis, o que vai de encontro à ideia que a extracção temática tem um papel predominante na persistência das memórias falsas com o tempo. Relativamente à comparação entre memórias falsas e memórias verdadeiras, no imediato os sujeitos produziram mais memórias verdadeiras que falsas, mas passado sete dias, já não havia diferenças entre as duas, reforçando a noção que as memórias falsas são mais duradouras que as memórias verdadeiras
In the present study the DRM paradigm was used to analyze the role of the associative activation and thematic extraction on the explanation of false memories tenacity over time. Associative lists with two different critical items were used – an associative critical item (AI), which was the word most strongly primed by the associatives in the list; and a thematic critical item (TI), that was the word that best described the theme of the list. After the study of these lists, subjects performed a recognition test similar to a forced-choice test, which could be administrated immediately or with a seven days delay. The results revealed that the AI produced more false memories than the TI on an immediate test, which suggests that activation associative has a larger role in the production of false memories. On the other hand, on the delayed test the level of false memories produced by the IA lowered, but the level of false memories for the IT persisted, which is consistent with the notion that thematic extraction as a bigger role on the tenacity of false memories with time. Regarding the comparison between false memories and true memories, on the immediate test the subjects produced more true memories than false memories, but after seven days, there were no differences between the two, reinforcing the notion that false memories are more durable than true memories.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Cognição Social Aplicada), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/10402
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie046344_tm.pdf746,72 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.