Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10415
Título: Identificação de hábitos de sono, compreensão do sono e rotinas de sono em crianças de idade escolar : estudo com crianças e pais
Autor: Guimarães, Ana Cristina
Orientador: Santos, Margarida M. Magalhães Cabugueira Custódio dos, 1959-
Palavras-chave: Perturbações do sono
Hábitos de sono
Desenvolvimento infantil
Crianças em idade escolar
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: O sono é um fenómeno universal de grande importância para o desenvolvimento infantil. A qualidade do sono é determinada por vários factores, entre eles as rotinas de sono. É assim importante estudar as rotinas de forma a aumentar o conhecimento sobre este determinante. Apesar da criança ter um papel importante na qualidade do seu sono, foram encontrados poucos estudos na literatura sobre a percepção e crenças infantis referentes ao sono. O presente estudo tem como objectivos a identificação dos hábitos, rotinas de sono e problemas relacionados com o sono infantil, referidos pelas crianças e os seus pais. A amostra do estudo foi recolhida num Colégio Privado e numa escola Pública em Lisboa. O estudo foi realizado em duas fases, na primeira 181 mães e 122 pais preencheram o Children’s Sleep Habits Questionnaire (Owens, 2000; adaptação portuguesa de Silva, 2011), e o Questionário de Hábitos e Rotinas de Sono, desenvolvido para o estudo. Na segunda fase 132 crianças preencheram o Sleep Self Report (Owens et al., 2000; traduzido por Januário, 2012), e foi realizada uma entrevista semi-estruturada a 90 crianças seleccionadas de forma aleatória. Para a análise dos resultados foram utilizados estudos estatísticos descritivos e não paramétricos, através do Statistical Package for the Social Sciences, versão 21. A análise dos resultados mostrou que 12% das mães e 4,8% dos pais consideram que o seu filho tem problemas de sono, e 22% das crianças referiram ter problemas relacionados com o sono e o dormir. Comparativamente, mais mães do que pais consideram que o filho tem parassónias. As crianças percebem o sono centrando-se em aspectos concretos. As rotinas de sono mais identificadas são: lavar os dentes, procura de companhia, ir à casa de banho e vestir o pijama. Em relação a comportamentos antes de ir deitar, as crianças referem aprovar essencialmente comer, lavar os dentes e ir para a cama dos pais, e desaprovar ver televisão, jogar play-station e jogar à bola. No entanto, estes comportamentos são aprovados mas apenas segundo condições descritas pelas crianças. Os resultados podem contribuir para a adequação da intervenção preventiva dos problemas de sono e para a construção de programas de promoção do sono infantil.
Sleep is a universal phenomenon of great importance to child development. Sleep quality is determined by several factors, including sleep routines. Therefore it’s important to study sleep routines in order to increase the knowledge of this factor. Although children have an important role in the quality of their sleep, there are few studies about children’s perception and beliefs about sleep. This study aims to identify sleep habits and routines, and the problems associated with children’s sleep, reported by the children and their parents. This study was applied in a private school and a public school in Lisbon. The study was conducted in two phases, in the first 181 mothers and 122 fathers completed the Children’s Sleep Habits Questionnaire (Owens, 2000; Silva’s Portuguese adaptation, 2011) and the Sleep Habits and Routines Questionnaire, developed for this study. In the second phase 132 children completed the Sleep Self Report (Owens et al., 2000; translated by Januário, 2012), and a semistructured interview was applied to 90 children, that were randomly selected. For the analyses of the results, we used the Statistical Package for the Social Sciences, version 21, to obtain descriptive and non-parametric statistics. The results showed that 12% mothers and 4.8% fathers considered their child has having a sleep problem, and 22% of the children reported having sleep problems. Comparatively, more mothers than fathers considered that their child has parasomnias. Children explain their beliefs about sleep using concrete aspects. The most identified sleep routines were: brushing teeth, seeking company, going to the bathroom and putting on pyjamas. Regarding sleep behaviours before bedtime, children mainly approve eating, brushing teeth and going to parents bed, and disapprove of watching television, playing play-station and football. However, these behaviours are sometimes approved, but with conditions associated to them by the child. The results of this study may contribute to an adequate intervention in sleep problems and in the development of programmes promoting infant sleep.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/10415
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie046338_tm.pdf7,19 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.