Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10435
Título: Regulação da satisfação de necessidades psicológicas ao longo do processo psicoterapêutico : um caso clínico de prática baseada na evidência a gerar evidência baseada na prática
Autor: Cristo, Soraia de Castro Nunes
Orientador: Conceição, Nuno Miguel Silva, 1976-
Palavras-chave: Complementaridade paradigmática
Necessidades psicológicas
Processo terapêutico
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: O Meta-modelo de Complementaridade Paradigmática (MCP), postula um modelo de necessidades psicológicas, conceptualizadas como sete polaridades dialéticas de 14 necessidades, em que a capacidade para a regulação da sua satisfação é a essência da adaptação e bem-estar (Vasco 2009a, 2009b; Conceição & Vasco 2005). Este meta-modelo postula também que o processo terapêutico se desenvolve ao longo de sete fases tendencialmente sequenciais conceptualizadas em termos de estratégias gerais, transversais às diferentes orientações, a ser implementadas pelo terapeuta. Cada fase equipa o paciente com capacidades de processamento específicas indispensáveis ao desenvolvimento daquelas que se lhe seguem, informando o terapeuta sobre o que pode esperar do seu paciente num dado momento (Conceição 2005; 2010; Vasco 2006). Havendo até à data apenas evidência empírica a favor de cada um destes dois modelos separadamente, o estudo de caso surge, na presente investigação como método preferencial para recolher, a partir do contexto clínico (McLeod & Elliot 2011; McLeod 2010), evidência sobre a articulação entre os Modelos de Regulação da Satisfação das Necessidades, e Sequenciação de Fases do Processo Terapêutico. Assim foi objetivo da presente investigação observar se houve, ou não, alteração entre resultados da Escala de Regulação da Satisfação das Necessidades entre um 1º e 2ºmomentos de avaliação do paciente em estudo. No caso de se verificarem alterações favoráveis, perceber se pode considerar-se a hipótese de haver um “trabalho terapêutico focado em necessidades”, que permita contribuir para o bem-estar psicológico dos pacientes. Para isso, procedeu-se à gravação das sessões e posterior análise à luz do paradigma de momentos significativos. Mediante avaliação externa, foram isolados momentos de “trabalho terapêutico focado em necessidades”, que foram observados à luz dos objetivos estratégicos postulados pelo Modelo de Sequenciação de Fases do Processo Terapêutico.
The Meta-model Paradigmatic Complementarity (MCP), postulates model of psychological needs conceptualized as seven dialectical polarities of 14 needs. The ability to regulate their satisfaction is the essence of adaptation and well-being (Vasco 2009a , 2009b; Conceição & Vasco 2005). This meta-model also postulates that the therapeutic process unfolds according to a sequence of seven phases which conceptualized in terms of general strategies to be implemented by the therapist in specific technical interventions. Each phase transforms the processing vulnerability of the patient into specific processing capacities, while both inform the therapist about what to expect and provide from and to the patient at a given time (Conceição 2005, 2010; Vasco 2006). Only empirical evidence in support of each of these two models separately has been collected so far. This paves the way for the current study, which is a longitudinal case study attempting to collect evidence on the relationship between the two models, directly from the clinical context (McLeod & Elliot 2011; McLeod 2010). Therefore the goal of this study was to observe change (or lack of thereof) between the Regulation Satisfaction of Psychological Needs between a 1st and 2nd times of the therapeutic process. Then the aim was to analyze if there was therapeutic work focused on needs. Sessions were recorded, transcribed and analyzed within the paradigm of significant moments. Through external evaluation moments of “therapeutic work focused on needs” were consensually selected, which were then analyzed in the light of the strategic objectives postulated by the Model of Sequencing Phases of Therapeutic Process.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicoterapia Cognitivo-Comportamental Integrativa), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/10435
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie046349_tm.pdf2,7 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.