Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10438
Título: Inferências espontâneas de traço e expectativas
Autor: Silva, Luís Paulo Melo de Almeida e
Orientador: Ramos, Tânia
Mestre (15 valores)
Palavras-chave: Percepção social
Traços de personalidade
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: As inferências espontâneas de traço têm ocupado um lugar de destaque na investigação da percepção social e têm sido sistematicamente evidenciadas como um fenómeno robusto. Este efeito ocorre quando é inferido um traço da personalidade a partir de um comportamento observado e que fica associado ao actor. Está por esclarecer em que medida a inferência é armazenada na memória de longo prazo e sea informação nela contida pode ser utilizada em julgamentos posteriores. O objectivo central desta tese consiste em estudar o papel das inferências espontâneas de traço na criação de expectativas e possíveis implicações para a compreensão dos processos subjacentes a este efeito, bem como daqueles em que assentam as transferências espontâneas de traço. Este segundo efeito ocorre quando um traço da personalidade inferido é associado a uma terceira entidade sem relevância para o comportamento. Não tendo ainda surgido resultados que evidenciem o papel das inferências espontâneas de traço na criação de expectativas, é proposta a realização de uma experiência recorrendo a uma adaptação do paradigma dos falsos reconhecimentos e, incluindo uma medida de tempos de leitura de comportamentos consistentes ou inconsistentes com a IET. São debatidas as implicações dos resultados para a investigação futura.
Spontaneous trait inferences achieved a prominent stand in the social perception literature with sistematically copious evidence of a robust phenomenon. This effect occurs when a trait of personality is inferred from a behavior and somehow that trait is bound to the actor. It is still an open issue the inference is stored in the long term memory and wether it might be used in future judgments. The aim of the present study is to explores the role of spontaneous trai inferences in forming expectations and the implications of this issue to understand its underlying processes as well the processes underlying spontaneous trait transferences. This effect occurs when a trait of personality is transfered to a third and irrelevant entity to the behavior. In the absence of clearly evidence demonstrating the role of spontaneous trait inferences in the creation of expectancies, an experiment is proposed using a modified version of the false recogniton paradigm, which includes a reading times measure of consistent and inconsistent behaviors with the previous STI. Possible impications of the results to future research are discussed.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Cognição Aplicada), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/10438
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie046353_tm.pdf343,32 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.