Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10822
Título: Determinantes genéticos na fisiopatologia da asma
Autor: Prabhudas, Ridhi Rameshcandra, 1988-
Orientador: Bicho, Manuel Pires, 1950-
Silva, Pedro João Neves e, 1958-
Palavras-chave: Biologia molecular
Asma
Óxido nítrico
Polimorfismo
Teses de mestrado - 2013
Data de Defesa: 2013
Resumo: A asma é um grave problema de saúde pública a nível mundial que apresenta uma elevada morbilidade. Apresentando uma interacção complexa de diversos factores, a asma é uma doença inflamatória crónica das vias respiratórias caracterizada por uma obstrução brônquica reversível que desencadeia episódios recorrentes de pieira, aperto torácico e tosse. O óxido nítrico desempenha um papel importante na regulação fisiológica da função das vias respiratórias e está implicada na doença das vias aéreas, como a asma. Os estudos genéticos permitem associar os polimorfismos ao risco de desenvolvimento da doença em estudo. Os estudos bioquímicos permitem verificar se existem enzimas, biomarcadores circulantes, cujas alterações ao nível da sua concentração sejam o reflexo de qualquer distúrbio no metabolismo e mecanismos de acção que afecte o desenvolvimento da doença. Assim o principal objectivo deste trabalho consistiu no estudo dos polimorfismos exão/intrão 16 e intrão 20 do gene da sintase do óxido nítrico induzível, uma enzima envolvida na formação do NO e o polimorfismo G463A do gene da mieloperoxidase que está envolvida na variabilidade dos seus níveis circulantes e como tal na biodisponibilidade do NO e desenvolvimento da asma. Os resultados demostram que os genótipos CT/TT do polimorfismo exão 16 da iNOS e o genótipo GG do polimorfismo intrão 20 da iNOS podem estar associados a uma maior susceptibilidade de desenvolver asma. Em relação ao polimorfismo MPO G463A, os genótipos GA/AA estão associados a uma maior susceptibilidade de desenvolver asma. Existe ainda uma diferença significativa entre o polimorfismo da MPO com a concentração da enzima entre os doentes asmáticos e o grupo controlo. A interação epistática entre os genótipos GA/AA da MPO associados aos genótipos CT /TT do polimorfismo exão 16 apresentam um grande factor de risco, assim como o genótipo GA/AA da MPO associado ao homozigótico (GG) do intrão 20, quando comparados individualmente.
In terms of world wise, asthma is a big health public issue and it represents a high morbidity. Representing complex interaction of several factors, asthma is an inflammatory chronic disease of the respiratory system which is characterized by a reversible bronchial obstruction and which triggers recurrent episodes of wheezing, chest tightness and coughing. The nitric oxide plays an important role in the physiological function of the airways and it’s implicated in airway disease, such as asthma. A genetic study allows association between polymorphisms and the risk of developing the disease under study. Biochemical studies determines whether there are enzymes, circulating biomarkers, whose changes on its level are a reflection of any disturbances in metabolism and mechanisms of action that affects the development of the disease. Thus the main aim of this work was to study the exon/intron 16 and intron 20 polymorphism of the gene of inducible nitric oxide synthase (iNOS), an enzyme involved in the formation of NO and the polymorphism G463A of myeloperoxidase (MPO) gene which is involved in NO bioavailability. Also we studied its circulating levels related to polymorphism. The results show that the genotypes CT/TT polymorphism of the exon 16 of iNOS and genotype GG of the polymorphism intron 20 of iNOS, may be associated with a greater susceptibility to develop asthma. In relation of the polymorphism G463A MPO, the genotypes GA/AA are associated with a greater susceptibility to develop asthma, as well. There are still significance differences between the MPO polymorphism with the enzyme concentrations between asthmatic patients and control group. The epistatic interaction between the genotype GA/AA of MPO associated with genotypes CT/TT polymorphism of iNOS exon 16, presents the most significant risk factor, as well as the genotypes GA/AA MPO associated with homozygous (GG) of intron 20 when individually compared.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia Molecular e Genética). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2013
URI: http://hdl.handle.net/10451/10822
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc106522_tm_ridhi_prabhudas.pdf939,57 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.