Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina (FM) >
FM - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1089

Título: Acções e opiniões sobre prevenção rodoviária no transporte em automóvel, de crianças que frequentam o primeiro ciclo do ensino básico : estudo realizado nos encarregados de educação no concelho do Bombarral
Autor: Carvalho, Anabela Faria, 1966-
Orientador: Sousa, Paulo Oom Ferreira de, 1964-
Palavras-chave: Saúde escolar
Acidentes de trânsito
Prevenção de acidentes
Criança
Amostragem
Análise estatística
Teses de mestrado - 2008
Issue Date: 2008
Resumo: Os acidentes de viação são a principal causa de mortalidade de crianças e jovens (de 1 a 19 anos de idade), em Portugal16-18e a nível da União Europeia.19 Quarenta a cinquenta por cento de todos os óbitos pediátricos devem-se a acidentes de transporte.17 Os acidentes de automóvel de que resultam mortos e feridos, representam anualmente mais de 150 biliões de euros por ano, à União Europeia.23 A maioria dos acidentes acontece perto de casa, a uma velocidade média aproximada, de 41 quilómetros por hora.25Para que as crianças viajem em segurança, elas devem ser transportadas em assentos adequados, com cinto de segurança.46,47 O estudo quantitativo, correlacional, transversal, teve como objectivo, averiguar se as acções, opiniões e reconhecimento de campanhas de prevenção rodoviária variavam em função de alguns factores. O questionário construído para o efeito e validado, foi aplicado à totalidade dos encarregados de educação das crianças que frequentavam as escolas do primeiro ciclo do ensino básico, em 2006/2007, do concelho do Bombarral. A amostra obtida (426) foi constituída maioritariamente por indivíduos do sexo feminino, com menos de quarenta anos de idade e com nível de escolaridade superior ao quarto ano. São maioritariamente as mães a transportar as crianças para a escola e têm na maioria mais do que um filho. Os automóveis onde as crianças são transportadas, habitualmente, são ocupados por mais do que uma criança, são na maior parte das vezes equipados com cintos de segurança atrás e com assentos adaptados. Os encarregados de educação referem maioritariamente conhecer a legislação sobre o transporte de crianças em automóvel e afirmam recordar-se de campanhas de prevenção rodoviária. Os principais resultados obtidos apontam para que o relato nas acções de prevenção rodoviária mais adequadas se encontra nos encarregados de educação com escolaridade superior ao quarto ano e naqueles que transportam mais do que uma criança. As acções e as opiniões sobre prevenção rodoviária parecem ser mais adequadas quando existem assentos adaptados no automóvel; Os relatos de opiniões mais adequados situam-se nos encarregados de educação que referem ter cinto de segurança nos lugares traseiros; O maior reconhecimento das campanhas de prevenção rodoviária apareceu associado aos encarregados de educação com idade inferior a quarenta anos, que também referem conhecer a legislação e recordar-se das mesmas.
Transport accidents are the principal cause of child and teen-age mortality (1 to 19years of age), in Portugal16-18 and in the European Union. Forty five per cent (45%) of all pediatric death obits are due to transport accidents17. Motor vehicle accidents whitch originate in a death or seriously wounded, represent annually more than 150 bilion euros a year to the European Union23. Most accidents occur near the home, at a maximum speed of 45 Km an hour25. In order for children to travel in safety, they must be tranported in adequate chairs with the safety belt on46,47. A quantity, correlation and tranversal study, had as its goal, to inquire whether the actions, opinions and the recognition of road-traffic campaigns, varied in funtion of some factors. The questionnaire that was done for this effect and validated, was fully applied to the primary school children's parents, in 2006/2007, from the region of Bombarral. The final result (426) was established by individuals of the feminine sex, sess than 40 years of age and whose education ranked higher than the primary school (4th grade upwards).It's mainly the mothers that transport the children to school and back, and the majority have more than one child. The vehicles in which the children are transported, are usually occupied by more than one child, they are also, in the majority, equipped with safety belts on the back seats and with adapted seating chairs. Most of these parents refer to knowing the legislation on child trasportation in a vehicle and state in remembering the campaigns done were this subject is concerned. The principal results obtained, point out that the report on these road-traffic actions, and the most adequate, derive from parents that have a higher degree in education (4th grade upwards) and those parents that transport in their vehicle, more than one child. The actions and opinions on road-safety seem more adequate when their exists proper seating chairs whitch are adapted to the vehicle. The reports on these opinions, and the most accurate, are from the parents that register having safety belts in the back seats, the biggest recognition of these campaigns on road-safety, deryved associated by parents whose age was inferior to 40, also acquainted to the legislation.
Descrição: Tese de mestrado em Saúde Escolar, apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 2008
URI: http://sibul.reitoria.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000543372
http://hdl.handle.net/10451/1089
Appears in Collections:FM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
16874_tese_final_entrega%5B1%5D%5B1%5D.pdf1,05 MBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia