Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/10920
Título: Fatores sociofamiliares do envolvimento dos alunos na escola : um estudo com alunos adolescentes
Autor: Abreu, Sónia Alexandra Gomes, 1980-
Orientador: Veiga, Feliciano
Palavras-chave: Envolvimento dos alunos
Apoio familiar
Autoridade parental
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: O estudo sobre o envolvimento dos alunos na escola (EAE) tem vindo a ganhar forte expressão junto da comunidade científica, por se considerar uma possível solução para os problemas de abandono escolar e baixo rendimento académico que afetam muitas escolas. A investigação tem documentado relações significativas entre o EAE e fatores contextuais. Considerando que a família é o principal contexto de socialização do indivíduo e que assume um papel de extrema importância para o seu desenvolvimento, o estudo realizado partiu do seguinte Problema de Investigação: Quais as oscilações nos índices do EAE, na adolescência, quer em geral, quer em função de variáveis familiares específicas – situação laboral, estilos de autoridade, habilitações literárias dos pais, perceção de apoio da família, coesão familiar, e direitos percebidos na família? No que respeita à metodologia, o estudo, de natureza quantitativa, incidiu numa amostra constituída por 685 alunos dos 6º, 7º, 9º e 10º anos, de escolas de considerável diversidade e abrangência territorial (do litoral e interior, norte, centro e sul do país), residentes em zonas urbanas e rurais. Os instrumentos de recolha de dados foram: a “Escala de Envolvimento dos Alunos na Escola”; a “Escala de Perceção de Apoio da Família”; a “Escala de Perceção de Apoio dos Pais”; a “Children’s Rights Scale”; e um conjunto de perguntas acerca da família, no sentido de recolha de informação das variáveis consideradas. A análise dos resultados revelou índices diferenciados de envolvimento, bem como diferenças significativas no EAE, favoráveis aos alunos com pais empregados, não divorciados, e compreensivos. Foram também encontradas correlações significativas entre o EAE e as variáveis habilitações literárias, perceção de apoio dos pais, perceção de apoio da família e perceção de direitos na família. O estudo inclui a discussão dos resultados, suas limitações e aplicações, bem como a necessidade de novas investigações que aprofundem o conhecimento da relação entre os fatores familiares e as oscilações no EAE.
The study of student engagement in school (SES) has increased significantly due to the belief that it may be a fundamental concept to understand and help solve key issues affecting schools, such as school dropout and poor academic performance. Research has shown a significant relationship between SES and contextual factors. Considering that family is the individual’s main socialization context and plays a key role in the individual’s development, the present study focused on the following Research Problem: What are the variations in SES in teenage hood, in general, and according to the following specific family variables: parents’ employment situation, parental authority style, parents’ educational level, perceived family support, family cohesion and perceived rights in the family? A quantitative study was conducted with 685 students from the 6th, 7th, 9th and 10th grades attending schools in urban and rural areas of various geographical regions of the country (littoral, inland, north, centre and south). Data collection resorted to the following instruments: “Escala de Envolvimento dos Alunos na Escola”; “Escala de Perceção de Apoio da Família”; “Escala de Perceção de Apoio dos Pais”; “Children’s Rights Scale”; and a set of questions, family related, relevant for the variables under study. The results show SES variation and reveal that students with employed, non divorced and understanding parents have significantly higher SES. A significant correlation was found between SES and the following variables: parents’ educational level, perceived parents’ support, perceived family support and perceived rights in the family. The study results, limitations and implications are discussed, as well as the need for further research on the relationship between family factors and SES variation.
Descrição: Tese de mestrado, Educação (Formação Pessoal e Social), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/10920
Aparece nas colecções:IE - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie046510_tm.pdf2,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.