Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/11034
Título: Contribution to fundamental aspects of biophysics, radiobiology, and modeling of cellular response to low radiation doses
Autor: Belchior, Ana Lúcia Vital, 1979-
Orientador: Vaz, José Pedro Miragaia
Almeida, Pedro Miguel Dinis de, 1968-
Palavras-chave: Engenharia biomédica
Radiação
Raios alfa
Pulmão
Tumor
Teses de doutoramento - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: This thesis aims at studying the direct and bystander effects (observations in which effects of ionizing radiation arise in non-irradiated cells) induced by alpha-particle irradiation, using a Po-210 source, in a human lung adenocarcinoma cells (A549), and at investigating and providing a contribution to the clarification of the protective or potentially detrimental effects of low-dose exposures (< 100 mGy). Besides addressing and analyzing the toxic effects of α-radiation on the A549 cell line the studies undertaken may contribute toward the goal of improving the effectiveness of targeted therapies, with alpha-radiation, such as radioimmunotherapy or Boron Neutron Capture Therapy (BNCT). The work performed consisted, at first, of a dosimetric study in order to determine the average local dose in a cell monolayer, encompassed by experimental and computational studies, followed by a biological study of the direct and bystander effects of α-radiation exposure. The averaged dose rate at the cell monolayer was calculated; through the Linear-Energy-Transfer (LET) value measured using a Passivated Implanted Planar Silicon (PIPS) detector, to be 25 mGy/min. To study the cellular response at low-dose exposures, several studies were conducted using the A549 cell line and a 210Po α-source. Initially, the effects of directly irradiated A549 cells were analyzed through the micronucleus and clonogenic assay. Then, the time and dose dependence of directly and bystander effects in the region of very low doses, was investigated through micronucleus and clonogenic assay. The study encompassed three different cell culture conditions: i) a culture of irradiated cells, ii) a medium transfer culture with non-irradiated cells and iii) a culture with irradiated cells after centrifugation. A dependence on dose and time was observed in both directly irradiated and bystander cells. Taking the advantage of the in situ γ-H2AX technique, the way how the bystander signals released after low-doses of α-radiation are influenced by the number of irradiated cells was studied. Evidence that bystander signals can easily spread through the culture medium was observed. Moreover, the neighboring of irradiated cells differ with the number of irradiated cells, i.e. with a higher number of cells being irradiated, the cellular damage in bystander areas seems to increase. Finally, the gene expression, in GADD45A, BCL2A1 and PTGS2 genes, was assessed with the qRT-PCR technique. This study revealed that all genes are expressed both in directly irradiated and bystander cells, except PTGS2. Moreover, the differences between gene expression levels in both irradiated and bystander cells, for the same dose value, suggest that the mechanisms underlying the response of both types of cells to radiation are different from each other. Summarizing, our results emphasize that the risks attributable to low doses encompass a complex cellular response. The observed hyper-radiosensitivity, time and dose-dependence of the bystander effects and gene expression profiles and the easily spread of bystander signals over the cell culture, raise important questions about the potentially detrimental effects resulting from low dose exposures, which are not included in a simple linear extrapolation from higher dose effects.
Esta tese aborda o estudo dos efeitos biológicos, induzidos por exposição a radiação-alfa (α), em células tumorais de pulmão humano (linha celular A549). Foram quantificados os efeitos biológicos em células diretamente irradiadas e em células bystander (efeitos biológicos observados em células não expostas diretamente à radiação), com o objetivo de aprofundar o conhecimento acerca dos efeitos possivelmente protetores ou potencialmente prejudiciais de uma exposição a baixas doses de radiação (<100 mGy). O trabalho desenvolvido nesta tese permite, não só, analisar o efeito tóxico induzido pela radiação em células epiteliais (primeira linha de defesa do organismo) como também contribuir para o estudo da utilização de radiação-α em terapias como a radioimunoterapia ou a terapia por captura de neutrões com boro. Este trabalho consiste, em primeiro lugar, num estudo de dosimetria, com o objetivo de determinar a dose média absorvida por uma monocamada celular, utilizando uma metodologia experimental e uma computacional, seguido de um estudo biológico dos efeitos diretos e dos efeitos bystander induzidos na linha celular A549 após exposição a baixas doses de radiação-α. A taxa média de dose medida na monocamada celular, através do valor da transferência linear de energia (LET) medido por um detector PIPS (Passivated Implanted Planar Silicon), foi de 25 mGy/min. Com o objetivo de quantificar a resposta celular induzida por baixas doses de radiação foram realizados vários estudos, utilizando a linha celular A549 e uma fonte de radiação-α de 210Po. No primeiro estudo, foi quantificada a lesão e a sobrevivência celular em células diretamente irradiadas, através do ensaio de micronúcleos e clonogénico, respetivamente. Em seguida, investigou-se a dependência, com o tempo de incubação e diferentes valores de dose, da lesão e sobrevivência celular na região de doses muito baixas (<mGy 100). O estudo inclui três culturas celulares distintas: uma cultura de células irradiadas, uma cultura de células não-irradiadas em contacto com o meio proveniente das células irradiadas e uma cultura com células irradiadas após centrifugação. Foi observada uma dependência, nas três culturas descritas, com o tempo e os valores de dose absorvida. Utilizando a vantagem da técnica γ-H2AX que permite uma quantificação da lesão celular in situ estudou-se a forma como os sinais de bystander se propagam através do meio de cultura influenciados por um diferente número de células irradiadas, após uma exposição a baixas doses de radiação-α. Foram observadas evidências de que os sinais de bystander podem facilmente propagar-se no meio de cultura. Além disso, verificou-se igualmente que o número de células irradiadas faz com que a lesão celular induzida nas células bystander seja diferente. Finalmente, avaliámos a expressão genética, nos genes GADD45A, BCL2A1 e PTGS2 utilizando a técnica de qRT-PCR. Este estudo revelou que somente os genes GADD45A e BCL2A1 são expressos em células diretamente irradiadas e em células bystander. As diferenças observadas na expressão genética nas células diretamente irradiadas e em células bystander, para um determinado valor de dose, sugerem diferentes mecanismos na resposta à radiação. Quando a resposta de ambos os genes é estudada em função dos valores de dose, é observada uma expressão não-linear com a dose, em ambas as condições, isto é, em células diretamente irradiadas e em células bystander. Em suma, os resultados apresentados nesta tese evidenciam que os riscos da exposição atribuídos a baixas doses de radiação constituem uma resposta celular complexa. Os fenómenos observados, tais como, a híper-radiosensibilidade, a dependência temporal e com a dose dos efeitos de bystander e dos níveis de expressão genética e a facilidade de propagação dos sinais emitidos pelas células irradiadas ao longo da cultura celular, levantam questões importantes acerca dos efeitos potencialmente prejudicais associados à exposição a baixas doses de radiação. Assim, o trabalho descrito nesta tese sugere que os riscos associados a baixas doses de radiação não podem ser simplesmente extrapolados dos observados para a altas doses de radiação.
Descrição: Tese de doutoramento, Engenharia Biomédica e Biofísica, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/11034
Aparece nas colecções:FC - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd068249_td_Ana_Belchior.pdf4,87 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.