Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/1108
Título: EEG de baixa voltagem em doentes com síndrome de apneia obstrutiva do sono
Autor: Oliveira, Mónica Falcão, 1979-
Orientador: Paiva, Teresa, 1945-
Palavras-chave: Sono
Transtornos do sono
Apneia do sono tipo obstrutiva
Fases do sono
Electroencefalografia
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2008
Resumo: O objectivo deste estudo foi avaliar a existência de um padrão electroencefalográfico de baixa voltagem nos doentes com síndrome de apneia obstrutiva do sono (SAOS) e relacionar este resultado com o Índice de Apneia/Hipopneia, ou com a dessaturação de O2. A hipótese era a de que os doentes com apneia do sono teriam um Electroencefalograma de baixa voltagem. A amostra foi constituída por 45 homens com diagnóstico de SAOS e 18 com diagnóstico de Movimentos Periódicos do Sono (MPS); e por 7 mulheres com SAOS e 22 com MPS, com idades entre os 30 e os 60 anos, que foram submetidos a estudo polissonográfico. Foi feita análise espectral das bandas delta, teta, alfa e beta na vigília, Fase 1 e Fase 2 do sono e medição da amplitude alfa na vigília, amplitude de três complexos K, e de três fusos do sono. Analisou-se o Índice Apneia Hipopneia, Movimentos Periódicos do Sono, Índice de dessaturação, O2 mínimo e Eficiência do Sono.Os resultados verificados para o sexo masculino confirmam as previsões iniciais de que os doentes com apneia do sono teriam amplitudes mais baixas na vigília, fase 1 e fase 2 do sono. No entanto, a menor amplitude do traçado destes doentes não tem relação directa com o Índice de dessaturação e/ou com o O2 mínimo. Estes resultados foram verificados unicamente na população masculina. Uma 2ª fase do estudo foi realizada com os doentes com SAOS, tendo sido analisadas as bandas que sugeriam a existência de picos diferentes de população. Verificou-se que o índice de massa corporal (IMC) e a eficiência do sono diminuem significativamente algumas das potências estudadas.
The purpose of this study was to verify the existence of a low voltage electroencephalogram (EEG) in patients with obstructive sleep apnea syndrome (OSAS), and relate this result with the sleep apnea índex, or oxygen dessaturation.The hypothesis was that these patients had a low voltage EEG.The sample was made up of 45 men with OSAS, and 18 with periodic limb movements (PLM); 7 women with OSAS, and 22 with PLM, with ages between 30 and 60 years that were submitted to polysomnography. Spectral analysis of alpha, beta, theta and delta waves was performed in wakefulness, stage 1 and stage 2 of sleep, K complexes, and sleep spindles. Apnea-hypopnea index, periodic limb movements, oxygen dessaturation index, minimum oxygen and sleep efficiency were analysed.The results confirm our initial predictions that OSAS patients had low amplitudes in the EEG, in wakefulness, stage 1 and 2 of sleep. However, the lower amplitudes in OSAS does not correlate with the oxygen dessaturation index and minimum oxygen.These findings were observed only in the male population studied. A second phase of the study was performed in the frequencies that suggested the existence of two different populations of OSAS in the sample.We observed that the EEG had significant less amplitude in patients with higher body mass index (BMI) and poor sleep efficiency.
Descrição: Tese de mestrado em Medicina do Sono, apresentada à Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 2008
URI: http://sibul.reitoria.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000545319
http://hdl.handle.net/10451/1108
Aparece nas colecções:FM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
17008_CAPA.pdf64,14 kBAdobe PDFVer/Abrir
17009_Tese.pdf718,36 kBAdobe PDFVer/Abrir
17010_Resumo.pdf122,36 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.