Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/11593
Título: Formulação de geles de morfina para aplicação tópica em feridas dolorosas
Autor: Mateus, Dinis Correia
Orientador: Almeida, António
Ribeiro, Helena Margarida
Palavras-chave: Analgesia
Cloridrato de morfina
Feridas dolorosas
Geles tópicos
Teses de mestrado - 2012
Data de Defesa: 2012
Resumo: A dor associada às feridas pode ser difícil de tratar e habitualmente responde apenas de forma parcial aos convencionais analgésicos sistémicos. A utilização da morfina aplicada por via tópica sobre feridas dolorosas apresenta como potencial vantagem um efeito analgésico local, sendo assim possível reduzir ou evitar a medicação administrada por via sistémica e consequentemente a possibilidade de ocorrência de efeitos adversos sistémicos. Os geles têm-se revelado ferramentas de excelência na terapêutica das feridas pois as suas características parecem ser vantajosas do ponto de vista da cicatrização. Com a realização deste trabalho pretendeu-se desenvolver dois geles para aplicação tópica em feridas dolorosas contendo cloridrato de morfina, estáveis do ponto de vista físico-químico e microbiológico para tratamento da dor e possíveis de preparar recorrendo às condições e infraestruturas disponíveis numa Farmácia Hospitalar. Para além de um gel consistente pretendeu-se também desenvolver e caracterizar uma fórmula alternativa, com menor viscosidade, passível de aplicação por pulverização através de um doseador apropriado e comparar o perfil de cedência da substância ativa nas duas matrizes de gel desenvolvidas. Tendo em conta as características mais adequadas à aplicação em feridas foram desenvolvidas duas formulações, um gel consistente de cloridrato de morfina a 0,125% (m/m) e um gel fluido para pulverização contendo 1,0% (m/m) cujo perfil de cedência da substância ativa foi superior. Em ambas as formulações a cedência do cloridrato de morfina a partir dos geles é lenta, o que poderá, em princípio, proporcionar uma libertação prolongada do fármaco com a consequente diminuição do número de administrações diárias. O estudo da estabilidade físico-química e microbiológica destas preparações revelou-as estáveis durante 60 dias quando armazenadas a 22±3ºC (temperatura ambiente) e ao abrigo da luz.
Wound-related pain can be difficult to treat, and usually is only partially responsive to conventional systemic analgesics. The use of morphine applied topically to painful wounds has potential advantages as a local analgesic. This would reduce the dose of medication administered systemically and occurrence of associated side effects. The gels have proven to be excellent tools in the treatment of wounds because of their characteristics that appear to be advantageous in terms of healing. This work intended to develop two physico-chemically and microbiologically stable gels containing morphine hydrochloride for topical application to painful sores. This should be possible to prepare according to the available conditions and infrastructure in a hospital pharmacy. In addition to a consistent gel, a second aim was to develop and characterize an alternative gel, with lower viscosity, for spraying through a suitable dispensing device; and finally to compare the drug release profile from both developed gel matrices. According to the ideal characteristics for application on wounds, two formulations were developed: a consistent gel with morphine hydrochloride 0.125% (w / w), and a fluid gel containing 1.0% (w / w) for spraying whose profile yield of the drug was higher. For both formulations the delivery of morphine hydrochloride from the gel matrices is slow, which may provide prolonged drug release with a reduction in the number of daily administrations. The study of physical and chemical stability and microbiological properties of these preparations proved that they are stable for 60 days, stored at 22±3ºC (room temperature), in the dark.
Descrição: Tese de mestrado, Farmácia Hospitalar, Universidade de Lisboa, Faculdade de Farmácia, 2012
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/11593
Aparece nas colecções:FF - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Final_DinisMateus_12_09_2012.pdfTese2,84 MBAdobe PDFVer/Abrir
Conc.Parabenos.pdfFicha de Preparação - Conc.Parabenos88,41 kBAdobe PDFVer/Abrir
Gel consistente 0.125.pdfFicha de Preparação - Gel consistente 0.12584,23 kBAdobe PDFVer/Abrir
Gel_fluido_1,0_.pdfFicha de Preparação - Gel fluido 1,0%83,97 kBAdobe PDFVer/Abrir
Gel_mae_consistente_NaCMC3_.pdfFicha de Preparação - Gel mae consistente_NaCMC3%83,7 kBAdobe PDFVer/Abrir
Gel_mae_fluido_NaCMC0,5_.pdfFicha de Preparação - Gel mae fluido_NaCMC0,5%83,68 kBAdobe PDFVer/Abrir
IIa_Gel_mae_consistente_NaCMC3_.pdfFicha de Preparação - IIa_Gel mae consistente_NaCMC3%83,7 kBAdobe PDFVer/Abrir
IIb_Gel consistente 0.125.pdfFicha de Preparação - IIb_Gel consistente 0.12584,23 kBAdobe PDFVer/Abrir
IIc_Gel_mae_fluido_NaCMC0,5_.pdfFicha de Preparação - IIc_Gel mae fluido_NaCMC0,5%83,68 kBAdobe PDFVer/Abrir
IId_Gel_fluido_1,0_.pdfFicha de Preparação - IId_Gel fluido 1,0%83,97 kBAdobe PDFVer/Abrir
IIe_Conc.Parabenos.pdfFicha de Preparação - IIe_Conc.Parabenos88,41 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.