Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/12119
Título: A man's job Agatha Christie's Miss Marple with special reference to murder at the Vicarage
Autor: Terenas, Maria João Faria Pessoa
Orientador: Serras, Adelaide Meira
Palavras-chave: Christie, Agatha, 1890-1976 - Personagens
Romance policial inglês - séc.20 - História e crítica
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: Abstract: This dissertation is focused on only two of Agatha Christie’s earlier works on detective fiction featuring her second most famous sleuth Miss Marple namely: Thirteen Problems (1930) which was published in the United States of America under the name of Tuesday’s Night Club and Murder at the Vicarage (1932). 2 From 1900 to 1930 goes a time span of just thirty years, but they were crucial to Humanity. They were days of development and devastation, of suffering and enjoyment as the world had to deal with one World War and its aftermath. In order to better understand the character Miss Jane Marple several events of Agatha Christie’s own private life were taken into consideration. Agatha Christie places her character in the tiny village of Saint Mary’s Mead to make her look credible and between these two elements there is an interchange that helps in the characterization of both. In the end Miss Marple reveals herself, she is far more than the frail, old spinster who enjoys snooping and has a knack for murder, is the embodiment of Englishness.
Resumo: Esta dissertação baseia-se nas duas primeiras obras de Agatha Christie em que o personagem principal é a famosa detective Miss Jane Marple, nomeadamente Thirteen Problems (1930) que foi publicado nos Estados Unidos da América sob o título de Tuesday’s Night Murder Club, e Murder at the Vicarage (1932). De 1900 a 1930 vão apenas trinta anos que, no entanto, se revelaram cruciais para a Humanidade. Dias em que o mundo assistiu a progressos e devastação, a sofrimento e alegrias, e se viu confrontado com a Guerra Mundial I e as suas consequências. Com o intuito de conseguir compreender melhor o personagem Miss Jane Marple vários acontecimentos da vida pessoal de Agatha Christie foram tomados em linha de conta. A autora coloca o personagem na minúscula aldeia de Saint Mary Mead, a fim de a tornar credível e entre estes dois elementos há um entrecruzamento que ajuda à caracterização de ambos. Miss Marple acaba por revelar-se muito para além da frágil e idosa solteirona, que gosta de bisbilhotar e tem uma queda para resolver crimes. Na verdade, ela encarna o espírito inglês da sua época.
URI: http://hdl.handle.net/10451/12119
Designação: Mestrado em Estudos Ingleses e Americanos
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl161940_tm.pdf1,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.