Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1217

Título: Flora exótica de Cabo Verde: avaliação e impactos nos ecossistemas naturais, utilizando sistemas de informação geográfica
Autor: Fernandes, Cláudia Maria de Barros
Orientador: Palmeirim, Jorge M.
Duarte, Maria Cristina Lima Reis
Palavras-chave: Botânica - Cabo Verde
Sistema de informação geográfica
Impacto ambiental
Teses de mestrado
Issue Date: 2007
Resumo: O impacto das espécies exóticas e a sua acção nociva sobre a flora nativa torna-se especialmente preocupante em ecossistemas insulares degradados. Tendo em conta a preservação e conservação da biodiversidade das ilhas de Cabo Verde pretende-se com este estudo avaliar o impacto que algumas espécies exóticas exercem sobre os ecossistemas naturais, tendo como modelo de estudo a maior ilha do arquipélago, a ilha de Santiago. Faz-se inicialmente uma breve caracterização da flora exótica do arquipélago, estimada em 397 taxa, tendo em conta o tipo biológico, origem biogeográfica, tipo de utilização, distribuição pelas ilhas e ecologia. Com o objectivo de melhor compreender como a distribuição das espécies exóticas pode evoluir na ilha de Santiago, procedeu-se à modelação de quatro espécies com características invasoras (Bidens bipinnata, Euphorbia heterophylla, Furcraea foetida e Lantana camara) usando metodologias de regressão logística. Os modelos produzidos permitiram a produção de mapas de probabilidade de ocorrência das espécies em estudo, utilizando para isso sistemas de informação geográfica. A aplicação destes métodos permitiu por um lado conhecer algumas das variáveis que afectam a distribuição das espécies exóticas (e.g. precipitação; NDVI; exposição NE; distância às ribeiras; altitude), e por outro lado, produzir mapas da ilha de Santiago, que permitiram revelar quais as zonas com maior probabilidade de ocorrência dessas espécies. Os nossos resultados indicam que as zonas de altitude (e.g. Serra do Pico da Antónia; Monte Graciosa; Serra da Malagueta) são especialmente vulneráveis à ocorrência de espécies invasoras, o que se torna particularmente preocupante pois correspondem a zonas demarcadas como áreas protegidas, sendo locais primordiais de distribuição para a flora endémica do arquipélago. Por fim, sugerem-se algumas medidas de gestão e controlo de espécies invasoras de modo a que a sua implementação permita que num futuro, que se espera próximo, recuperar estes ecossistemas insulares que se encontram muito degradados
It is well recognized that introduced species may produce negatives effects on natural habitats, particularly on vulnerable insular ecosystems. In order to preserve the Cape Verde plant diversity, this study aims to evaluate the invasive potential of some introduced plant species in the larger island of the archipelago, the Santiago Island. To achieve this goal, we first evaluated the introduced flora in the archipelago. A total of 397 taxa was estimated and grouped according to their biology, biogeographic origin, human use and distribution in the archipelago. Due to their invasive behaviour in Santiago Island, four of these species (Bidens bipinnata, Euphorbia heterophylla, Furcraea foetida e Lantana camara) were then selected and their distribution modelled. Two models were refined for each species using a logistic regression procedure: one model that resumed the environmental requirements for the occurrence of each species, using mainly field data, and a second model that used cartographic data and enabled its use in the production of maps predicting the occurrence of each species. The results showed that several environmental variables seem to influence the occurrence of these species, namely precipitation, trade winds, altitude and distance to waterlines. The predictive maps produced, showed that some of the areas of higher altitude in the island (e.g. Serra do Pico da Antónia; Monte Graciosa, Serra da Malagueta) display high probability of occurrence for all modelled introduced species and are thus highly vulnerable to their invasion. This scenario is of great concern as these areas are Natural Reserves, classified to preserve the native flora of the archipelago. Some management and control measures are suggested; their implementation is fundamental in the recovery of these impoverished insular ecosystems in a near future
Descrição: Tese de mestrado em Biologia (Biologia da conservação), apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2007
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000553598
http://hdl.handle.net/10451/1217
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
18312_ULFC080363_TM.pdf4,65 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia