Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/12211
Título: Narrativas do envelhecimento: ser velho na sociedade contemporânea
Outros títulos: Aging narratives: being old in contemporary society
Autor: Aboim, Sofia
Palavras-chave: Envelhecimento
Corpo
Discriminação social
Data: 2014
Citação: Aboim, S. (2014). Narrativas do envelhecimento: ser velho na sociedade contemporânea [Aging narratives: being old in contemporary society]. Tempo Social, 26 (1), 207-232
Resumo: Com base em entrevistas realizadas a homens e mulheres com mais de 65 anos de idade residentes em Portugal, procura-se elaborar um retrato do que significa ser velho e de qual o impacto do processo de envelhecimento na vida e na identidade da pessoa idosa. Partindo do pressuposto de que, não obstante a maior regulação da idade na sociedade contemporânea, existe grande diversidade nas formas de viver a velhice, mobiliza-se uma perspectiva microssociológica de análise, na primeira pessoa, dos discursos sobre o envelhecimento. Além de diferenças de gênero e de estatuto social, a população idosa revela um relativo conformismo com a velhice, enquanto algo que é natural. Porém, algumas dimensões surgem como problemáticas para a identidade do idoso: o declínio do corpo e da saúde, a sexualidade, a perda de atividade, o isolamento e a discriminação social são dimensões particularmente relevantes para conceituar a pessoa idosa como ator reflexivo e portador de reflexividade.
Based on interviews conducted with men and women over the age of 65 living in Portugal, the article aims to produce a depiction of what it means to be old and the impact of the aging process on the life and identity of the elderly person. Setting out from the premise that despite the greater regulation of age in contemporary society, a huge diversity of forms of experiencing old age exist, the text employs a microsociological, first-person analytical approach to discourses of aging. As well as differences in gender and social status, the senior population reveals a degree of resignation to aging as a natural process. However a number of aspects emerge as problematic for the elderly persons identity: the decline of the body and health, sexuality, the loss of activity, isolation and social discrimination are particularly relevant dimensions in terms of conceptualizing the elderly person as a reflexive actor.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/12211
DOI: 10.1590/S0103-20702014000100013
Versão do Editor: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-20702014000100013
Aparece nas colecções:ICS - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ICS_SAboim_Narrativas_ARI.pdf713,03 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.