Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/12224
Título: Sesnando Davides - Alvazil, Cônsul, Estratega e Moçárabe
Autor: Isaac, Francisco Maria Botelho Barata
Orientador: Barbosa, Pedro Gomes
Silva, Manuela Santos
Palavras-chave: Davides, Sesnando, ?- 1091
Moçárabes - Portugal - séc.11
Coimbra (Portugal) - História - séc.11
Data de Defesa: 27-Jan-2014
Resumo: Sesnando Davides, homem que governou a região de Coimbra durante a 2ª metade do século XI, é uma figura que permanece com diversas dúvidas por resolver. Pouco ou nada se sabe da sua proveniência, da sua educação ou ascensão dentro da corte de Leão e Castela, que lhe permitiu obter o governo da cidade de Coimbra, reconquistada em 1064 por Fernando I. Da governação de Sesnando chegaram-nos algumas notícias e dados que nos possibilitam compreender a extensão do poder e acção do governador entre o Douro e o Mondego. Todavia, e apesar de existirem uma série de ensaios sobre a acção de Sesnando, resta ainda conceber um estudo que sistematize todos os dados, concepções, ideias, propostas e fontes sobre o governador de Coimbra. Abordaremos a figura de Sesnando Davides em diferentes dimensões: como governador, alvazil, cônsul, guerreiro, juiz, pai, moçárabe e conselheiro de reis. Importa também perceber quem eram os homens mais próximos ao cônsul, qual foi a sua participação na administração da região de Coimbra e de que forma estavam ligados a Sesnando. A governação de quase três décadas de Sesnando Davides pode ser encarada como uma época de grande crescimento e de certo esplendor em Coimbra, tendo sido ele o grande líder do moçarabismo conimbricense. Por fim, é nosso objectivo observar qual o legado do cônsul e as consequências da sua morte para a elite moçárabe de Coimbra e para a região que ele governava.
ABSTRACT: Sesnando Davides, governor of the region of Coimbra during the second half of the XI century, is still a mysterious figure in the history of that region. Little or Nothing is known about his provenance, education or ascention in the court of León and Castille, which allowed for the retaking of the city by the king Fernando I. On his governing of the city we have come across some interesting data, which helps us to understand the full extent of his power and action between the rivers Douro and Mondego. Despite the fact that there are a number of suitable papers about the action of Sesnando Davides, a concise study that systematizes all of the data, conceptions, ideas, propositions and sources is much needed. We will approach the figure of the count from several different dimensions: as a governor, alvazil, consul, warrior, judge, father, mozarab and counsellor of kings. It is also important to understand who were the men that were the closest to the consul, which was their participation in the administration of Coimbra and what exactly was their connection to Sesnando Davides. The almost three decade government of Coimbra by Sesnando Davides could be seen as a time of great growth and certain splendour for this city, with the count as the great leader of the mozarabs of Coimbra. Finally, it is our objective to determine what is the legacy of the consul and the consequences of his death for the mozarab elite in Coimbra and surrounding region.
Descrição: Tese de mestrado, História, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/12224
Designação: Mestrado em História (História medieval)
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl157009_tm.pdf1,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.