Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/12307
Título: Bibliotecas para formação de professores em Portugal (1930-1970)
Autor: Mogarro, Maria João
Data: 2006
Editora: EDUFU / Núcleo de Estudos e Pesquisas em História e Historiografia da Educação
Citação: Mogarro, M. J. (2006). Bibliotecas para formação de professores em Portugal. In Anais do VI Congresso Luso-brasileiro de História da Educação. Percursos e desafios da pesquisa e do ensino de História da Educação. Uberlândia, MG: EDUFU / Núcleo de Estudos e Pesquisas em História e Historiografia da Educação (publicação em CD-Rom).
Resumo: Neste trabalho analisa-se a composição dos acervos de bibliotecas pedagógicas, constituídas para uso de docentes e alunos das escolas de formação de professores, avaliando-se a extensão e significado que a presença de autores brasileiros e de traduções publicadas no Brasil assumem no contexto destas bibliotecas. Deste modo, ampliamos o universo de um estudo anterior e damos continuidade a uma linha de investigação que se insere na problemática da produção, circulação e apropriação de modelos culturais, tendo como referência teórica a proposta da História Cultural que, na linha de Chartier, considera os livros e demais materiais impressos como objectos culturais, na dupla perspectiva da sua materialidade e da função de dispositivos que asseguram a difusão dos saberes pedagógicos. A análise incide fundamentalmente sobre uma biblioteca oficial, criada pelo Estado Novo no início dos anos trinta – a Biblioteca Museu do Ensino Primário. Instalada na escola de formação de professores de Lisboa, foi dirigida nos primeiros anos por um dos mais representativos pedagogos da Educação Nova, Adolfo Lima, colocando-se algumas questões de partida: Até que ponto o pensamento do seu primeiro director influenciou a composição desta biblioteca? Como se articularam, no seu fundo, os saberes pedagógicos próprios da Educação Nova com as obras oficiais do regime sobre questões educativas? Que outros modelos pedagógicos estiveram representados no acervo? Materialmente, que documentos (livros e outros) veicularam estes diferentes saberes? Como está representada a produção brasileira (autores, traduções, editoras) nesta biblioteca e que significado assume a sua presença? Que papel desempenhou esta produção na formação dos professores portugueses? O estudo do acervo desta biblioteca, completado com o conhecimento relativo à composição de outras bibliotecas de escolas de formação de professores, permite-nos: 1) contribuir para o estabelecimento de uma cartografia dos circuitos internacionais em que se difundiram modelos pedagógicos e culturais; 2) neste contexto, definir a posição de Portugal nos períodos cronológicos considerados; 3) compreender a importância da circulação internacional de obras brasileiras e o papel que estas desempenharam na formação de professores, em Portugal; 4) inscrever a maioria das obras brasileiras existentes no nosso país na corrente católica da Educação Nova, portadora de uma leitura adaptável ao regime político vigente. Esta comunicação decorre da pesquisa que realizamos no âmbito de um projecto mais amplo, intitulado A História da escola em Portugal e no Brasil: produção, circulação e apropriação de modelos culturais, ao abrigo do convénio CAPES/GRICES. É um projecto de cooperação internacional, que integra uma equipa de investigadores portugueses e brasileiros das Universidades de Lisboa e de S. Paulo, sob a coordenação dos Professores Joaquim Pintassilgo (equipa portuguesa) e Marta Chagas de Carvalho (equipa brasileira).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/12307
Versão do Editor: http://www2.faced.ufu.br/colubhe06/anais/arquivos/588MariaJMogarro_Bibl.pdf
Aparece nas colecções:IE - GICFP - Comunicações e Conferências

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
BibliotecasparaformacaodeprofessoresemPortugal.pdf101,94 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.