Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1235

Título: A motivação dos professores e alunos em ciências: um estudo sobre auto-eficácia no 3º Ciclo e Ensino Secundário
Autor: Pires, Ricardo Sérvio Sancho
Orientador: Oliveira, Maria Teresa Morais de
Palavras-chave: Educação
Didáctica das ciências
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: A investigação revela que a auto-eficácia é um dos parâmetros que melhor mede a motivação e a eficácia do professor está igualmente relacionada com o próprio sentido de eficácia e motivação dos alunos. Este estudo visou avaliar a relação entre a auto-eficácia profissional dos professores, auto-eficácia académica dos alunos e a eficácia profissional dos professores percebida pelos alunos. A amostra foi constituída por 40 professores e uma turma por cada um dos docentes perfazendo um total de 706 alunos. Foram administrados três inventários sobre auto-eficácia a professores e alunos. No estudo verificou-se a inexistência de uma associação entre as variáveis auto-eficácia profissional do professor e a auto-eficácia académica dos alunos. Também a auto-eficácia dos professores não estabeleceu nenhuma relação estatisticamente significativa com o rendimento académico dos alunos. A outra associação prevista relacionava a auto-eficácia do professor com a auto-eficácia profissional do professor percebida pelos alunos, algo que não se verificou. A auto-eficácia dos alunos associou-se à auto-eficácia do professor percebida pelos alunos apenas relativamente aos alunos do 7.º ao 10.º anos. Verificou-se uma associação entre a auto-eficácia dos alunos e o seu rendimento académico. Por último, relativamente à associação entre a auto-eficácia dos alunos e a sua idade e ano de escolaridade, ambas não se verificaram para o grupo total de alunos. Todavia os resultados específicos para os alunos do 7.º ao 10.º ano revelam-nos uma associação negativa entre auto-eficácia dos alunos e ambas idade e ano de escolaridade. E para os alunos do 11.º e 12.º anos obtém-se uma associação positiva entre a auto-eficácia e ambas idade e ano de escolaridade. Acredita-se que este estudo representa um primeiro passo no sentido da fundamentação empírica sobre o impacto que a auto-eficácia do professor tem na auto-eficácia dos alunos e consequentemente no seu rendimento académico e a influência de potenciais variáveis mediadoras.
Research shows that self-efficacy is one of the parameters that best measure the motivation and teacher efficacy is equally related to the students own sense of efficacy and motivation. This study aimed an evaluation between the teachers' professional self-efficacy, students' academic self-efficacy and teachers' professional self-efficacy acknowledge by students. The sample includes 40 teachers, each with a class, totalizing 706 students. There were administered three inventories about self-efficacy, both to teachers and students. The study demonstrated a non-existing association between the variables, teacher's professional self-efficacy and students' academic self-efficacy. It was also verified that teachers' self-efficacy did not established any statistically signifying connection with the students' academic achievements. The other foreseen association, related teacher self-efficacy with teacher professional self-efficacy acknowledge by students, which, however, was not verified. The student's self-efficacy associated with teachers' self-efficacy acknowledge by students, but merely among students from 7th to 10th grade. Results showed an association between student's self-efficacy and their academic achievements. Regarding association between student's self-efficacy and their age and grade, results showed neither of them was verified in the entire group of students. However, specific results for students from 7th to 10th grade reported a negative association between students' self-efficacy for both age and grade. Regarding students from 11th to 12th grade, one observes a positive association between self-efficacy for both age and grade. This study represents a first step towards an empirical foundation about the impact which teachers self-efficacy causes in students self-efficacy and therefore in their academic achievements and the influence of potential mediator variables.
Descrição: Tese de mestrado em Educação (Didáctica das ciências), apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2008
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000559233
http://hdl.handle.net/10451/1235
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
18965_ULFC091242_TM.pdf1,22 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia