Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1237

Title: Trocas gasosas entre o solo e a atmosfera ao longo de um gradiente de carbono e azoto:a importância do conteúdo hídrico do solo
Authors: Rosa, Ana Paula Barroso Silva Lourenço, 1983-
Advisor: Cruz, Cristina Maria, 1964-
Keywords: Solos
Ciclo do carbono
Ciclo do azoto
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Abstract: O ciclo do azoto é muito complexo e bastante dependente dos organismos vivos, sendo que uma forma de azoto reactivo é facilmente convertida noutra, mas os efeitos das várias formas ao nível do seu impacto nos ecossistemas são bem distintos. Apesar disso o azoto é muito pouco acessível aos organismos vivos sendo um dos factores mais limitantes ao desenvolvimento na maioria dos ecossistemas. A intervenção do Homem no ciclo do azoto iniciou-se com a descoberta do elemento (início do século XVIII), e continuou com a industrialização do processo de fixação química do azoto atmosférico (Haber-Bosh, 1910) o que garantiu o fornecimento ilimitado de azoto para as produções agrícolas, pecuárias e não só. Porém a eficiência de uso deste azoto é muito baixa e grande parte dele acaba por se perder sob as mais variadas formas. Nos sistemas agro-pecuários de exploração intensiva grande parte do azoto aplicado (50 a 70%) é perdida. Apesar de as maiores perdas ocorrerem na forma azoto reduzido (amoníaco NH3), uma percentagem importante aparece na atmosfera como oxido nitroso (N2O). O N2O é um produto lateral da actividade microbiana (nitrificação e desnitrificação) e é um gás com efeito de estufa cerca de 200 vezes superior ao do dióxido de carbono. Como resposta a este problema, este trabalho teve como objectivo estudar a libertação de N2O do solo ao longo de um gradiente de concentração de carbono e azoto provocado pela proximidade de uma exploração agropecuária, e também ver o efeito da variação do conteúdo hídrico dos solos nessas emissões. Também se estudaram as emissões de outros gases, cujos fluxos, geralmente, estão associados ao N2O, como o metano (CH4), o dióxido de carbono (CO2) e o óxido nítrico (NO), e a deposição de NH3 e subsequente presença de amónio (NH4 +) e nitrato (NO3 -) nos solos. Observou-se que o conteúdo hídrico influencia as emissões de gases, estas são maiores quando o conteúdo ronda os 30 a 40%, e que a adição de compostos ricos em carbono e azoto a solos pobres vai aumentar essas emissões, mesmo que esses solos provenham de pontos em que há adição constante de esterco
The nitrogen cycle is very complex and dependent of the living organisms, in that way one form of reactive nitrogen is easily converted into another, but the effects of the distinct forms on the ecossystem processes are very distinct. Despite being essencial for life existence, living organisms have very limited access to nitrogen which is one of the more limiting factors to plant and animal development in the majority of the ecossystems. Man's involvement in this cycle begun with the discovery of this element ( XVIII century), and went on with the chemical nitrogen fixation through the Haber-Bosh process (1910), which garanteed an ilimited supply of nitrogen for agriculture, cattle raising and other activities. However, the use eficiency of this nitrogen is very low, and a great amount ends up lost in the most varieted forms. On the intensive agro-livestock systems the great majority of the applied nitrogen is lost (50-70%). The greatest losses occur on reduced nitrogen form (ammonia NH3), but an important percentage of nitrogen appears as nitrous oxide (N2O) on the atmosphere. The N2O is a lateral product of the microbial activity (nitrification and denitrification), and is a greenhouse gas about 200 times superior to carbon dioxide. Having this scenary as a beackgrownd , this work aimed to study the release of N2O from soil along a concentration gradient of carbon and nitrogen, caused by the proximity of a cattle exploration, and see the effect of the soil water content variation on this emissions. We also studied the emissions of other gases, wich are usually related to N2O emissions, as is the case of methane (CH4), carbon dioxide (CO2) and nitric oxide (NO), and the deposition of NH3, and subsequent presence of ammonium (NH4+) and nitrate (NO3-) in the soils. It was observed that the water content has an influence on the gas emissions, being higher when the water content is around 30 to 40%, and that the addition of compound enriched with carbon and nitrogen to poor soils increases the emissions, even if the soils are from a area where there is a constant addition of manure
Description: Tese de mestrado, Biologia (Biologia da Conservação), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000561207
http://hdl.handle.net/10451/1237
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
18967_ULFC561207_TM.pdf45.32 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE