Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1315

Título: 10 anos de estações automáticas:perspectivas para a caracterização do clima em Portugal
Autor: Mendes, Manuel Maria Theriaga
Orientador: Viterbo, Pedro
Miranda, Pedro Manuel Alberto de
Palavras-chave: Meteorologia
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: O acompanhamento do clima assenta no estudo de séries climatológicas. Numa série climatológica pretende-se que as condições de exposição dos sensores e as metodologias de aquisição dos dados meteorológicos se mantenham homogéneas. Seguindo a tendência global, Portugal instalou uma rede de estações meteorológicas automáticas, com novos sensores, com os objectivos de assegurar a vigilância meteorológica eo acompanhamento do clima. Nos anos mais recentes, a rede EMA em Portugal estabilizou e tornou-se importante fazer um estudo que garantisse o futuro do acompanhamento do clima e a sua continuidade. Assim, recorrendo aos locais em que estão instalados o sistema clássico e automático, elaborou-se um estudo de caracterização dos pares de registos de todas as grandezas meteorológicas comuns aos dois sistemas. Pretendeu avaliar-se se os dois sistemas têm características idênticas e se a substituição de registos clássicos por automáticos tem um impacto significativo no acompanhamento do clima, em particular nos apuramentos mensais e nos seus índices. Das conclusões regista-se que os principais problemas se encontram no funcionamento de cada um dos sistemas independentemente, em particular com as falhas e respectivas causas. Quanto à caracterização das diferenças, verificou-se que a maioria dos valores médios obtidos pelos dois sistemas tem valores significativamente iguais ou, nos casos em que tal não acontece, identificou-se o padrão das diferenças. Este facto foi confirmado pela comparação com dados do período de referência 1961-1990. Nalguns casos como na pressão, a diferença tende a ser sistemática, isto é, com um desvio aproximadamente constante entre os valores de ambos os sistemas. Em casos como a temperatura máxima e mínima do ar, registam-se as diferenças EMA-clássica têm uma assimetria sazonal e ou dependente de classes de valores. A futura construção de uma série homogénea deve assentar nas características específicas de cada grandeza e estação, desenvolvendo metodologias e seguindo a estrutura das diferenças aqui apresentadas
Climate monitoring relies deeply in analysis of long time series studies. In a climatologic time series one expects that the exposure of meteorological sensors and all the acquisition methods remain as homogeneous as possible. Following worldwide trends, Portugal installed a network of automatic weather stations, equipped with new sensors, with the prime goals being the meteorological surveillance and climate monitoring. In the most recent years, the new network was fully operational and it became urgent to evaluate its performance and its ability to correctly monitor climate. Using the network points where there is a pair of automatic-conventional sensors for a large period of time, a study was made in order to identify patterns in differences between automated and manned sensors. The main goal was to asses if both systems produce significantly equal data, and if automated observations data are adequate to monitor climate. One of the most important conclusions relates to the large value of data gaps on both systems, more significantly in the automatic weather stations network. Evaluation of results identified, in most cases, the mean values of each system to be significantly equal; in most other cases, difference patterns were characterized. This fact is confirmed when results for both systems were compared with the reference values of 1961-1990. Particularly, there are cases, such as the station barometric pressure, in which there is a clear and constant shift between both system data. On the other hand, there are cases such as the minimum and maximum air temperature which the present work classified as a clear seasonal signature or dependent in classes of values. A future build up of proper tools to produce homogeneous climate series, enabling a smooth transition from the classical to the automatic network era, should rely on the characteristics of the patterns identified in this work
Descrição: Tese de mestrado, Ciências Geofísicas (Meteorologia), 2008, Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000563479
http://hdl.handle.net/10451/1315
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
19581_ulfc091372_tm_TeseMestradoMM.pdf3,38 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE