Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1359

Título: Modificações pós-traducionais de proteínas na amiloidogénese: glicação e agregação da transtirretina in vivo em saccharomyces cerevisiae
Autor: Marques, Rita Maria Delgado Silva
Orientador: Cordeiro, Carlos
Malhó, Rui
Palavras-chave: Biologia celular
Amiloidose
Teses de mestrado
Issue Date: 2008
Resumo: As doenças amiloidóticas, como Alzheimer ou Parkinson, caracterizam-se pela deposição de agregados proteícos com propriedades estruturais características. Os mecanismos de formação destes depósitos são ainda pouco conhecidos bem como o seu papel na evolução patológica. Neste estudo, foram investigados alguns aspectos fundamentais no processo de amiloidogénese in vivo utilizando a transtiretina humana, envolvida na polineuropatia amiloidótica familiar. A transtiretina e mutantes amiloidogénicos foram expressos em Saccharomyces cerevisiae, um tubo de ensaio vivo, de modo a investigar a formação de fibras amilóides in vivo. Observou-se a formação de fibras amilóides in vivo, tendo sido desenvolvido um novo método analítico para investigar a sua formação. Foi assim possível verificar que o stress carbonílico potencia a formação de fibras amilóides e a sua toxicidade celular in vivo
The amyloid diseases, such as Alzheimer's or Parkinson's disease, are characterized by the abnormal accumulation of protein aggregates with specific structural properties. The underlying mechanisms of formation of these deposits are still mostly unknown, as well as their role on pathologic evolution. In the present work, fundamental aspects of in vivo amyloidogenesis involved in Familial Amyloidotic Polyneuropathy were studied, using human transthyretin. The native transthyretin and amiloidogenic variants were expressed in Saccharomyces cerevisiae, as a living test tube, in order to better study in vivo formation of amyloid fibrils. In vivo formation of amyloid fibrils was observed and a new analytic method to investigate its formation was developed. It was also possible to verify a correlation between carbonilic stress and amyloid fibril formation, as well as their toxicity to the living cells
Descrição: Tese de mestrado, Biologia (Biologia Celular e Biotecnologia), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000565917
http://hdl.handle.net/10451/1359
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
19957_ulfc080524_tm.pdf2,6 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia