Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/13936
Título: Search Strategies in Unstructured Overlays
Autor: Fonseca, Pedro Marques
Orientador: Miranda, Hugo
Palavras-chave: não-estruturadas
churn
redes sobrepostas
pesquisa eficiente
Peer-to-peer
Data de Defesa: 2008
Resumo: Os sistemas peer-to-peer, como aplicações de partilha e distribuição de conteúdos ou voz-sobre-IP, são construídos sobre redes sobrepostas. Redes sobrepostas são redes virtuais que existem sobre uma rede subjacente, em que a topologia da rede sobreposta não tem de ter uma correspondência com a topologia da rede subjacente. Ao contrário das suas congéneres estruturadas, as redes sobrepostas não estru- turadas não restringem a localização dos seus participantes, ou seja, não limitam a escolha de vizinhos de um dado nó, o que torna a sua manutenção mais simples. O baixo custo de manutenção das redes sobrepostas não-estruturadas torna estas especialmente adequadas para a construção de sistemas peer-to-peer capazes de tolerar o comportamento dinâmico dos seus participantes, uma vez que estas redes são permanentemente afectadas pela entrada e saída de nós na rede, um fenómeno conhecido como churn. O algoritmo de pesquisa mais comum em redes sobrepostas não-estruturadas consiste em inundar a rede, o que origina uma grande quantidade de mensagens duplicadas por cada pesquisa. A escalabilidade destes algoritmos é limitada porque consomem demasiados recursos da rede em sistemas com muitos participantes. Para reduzir o n´umero de mensagens, as redes sobrepostas não-estruturadas podem ser organizadas em topologias hierárquicas. Nestas topologias alguns nós da rede, chamados super nós, assumem um papel mais importante, responsabilizando-se pela localização de objectos. A utilização de super nós cria novos problemas, como a sua selecção e a dependência da rede de uma pequena percentagem dos nós. Esta dissertação apresenta um novo algoritmo de pesquisa, chamado FASE, criado para operar sobre redes sobrepostas não estruturadas com topologias não- hierárquicas. Este algoritmo combina uma política de replicação com uma técnica de divisão do espaço de procura para resolver pesquisas ao alcance de um número reduzido de saltos com o menor custo possível. Adicionalmente, o algoritmo procura nivelar a contribuição dos participantes, já que todos contribuem de uma forma semelhante para o desempenho da pesquisa. A estratégia seguida pelo algo- ritmo consiste em dividir tanto os nós da rede como as chaves dos seus conteúdos por diferentes “frequências” e replicar chaves nas respectivas frequências, sem, no entanto, limitar a localização de um nó ou impor uma estrutura à rede ou mesmo aplicar uma definição rígida de chave. Com o objectivo de mitigar o problema do churn, é apresentado um algoritmo de monitorização distribuído para as réplicas originadas pelo FASE. Os algoritmos propostos são avaliados através de simulações, que validam a eficiência do FASE quando comparado com outros algoritmos de pesquisa em redes sobrepostas não-estruturadas. É também demonstrado que o FASE mantém o seu desempenho em redes sob o efeito do churn quando combinado com o algoritmo de monitorização.
URI: http://hdl.handle.net/10451/13936
http://repositorio.ul.pt/handle/10455/3246
Aparece nas colecções:FC-DI - Master Thesis (dissertation)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
0708rf_29837.pdf937,81 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.