Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/14053
Título: ANÁLISE  DA  PREVALÊNCIA  DE  HIV  EM  MULHERES  GRÁVIDAS  DE MOÇAMBIQUE  (2001‐2007)  
Autor: Dauane , Lélio Manuel Rungo
Orientador: Falcão, André O.
Palavras-chave: Moçambique
Vigilância epidemiológica.
SIDA
HIV
Data de Defesa: 2010
Resumo: A  Vigilância  Epidemiológica  do  HIV‐SIDA,  permite  conhecer  diferentes  aspectos  relacionados  à  distribuição  e  à  disseminação  da  infecção  pelo  HIV.  Dados  obtidos  por  estes  estudos  são  de  fundamental  importância  para  definir  programas  de  prevenção  e  controle  desta  doença.  Neste  trabalho  são  analisados  dados  obtidos  de  36  Postos  Sentinela,  distribuídos  por  todo  o  pais,  nos  anos  de  2001,  2002,  2004  e  2007.    O  objectivo  deste  trabalho  é  descrever  a  variação  temporal  da  progressão  da  epidemia  do  HIV  e  estimar  a  evolução  espacial  da  donça  através  de  uma  análise  de  tendências.     Para  proceder  a  análise  foi  necessário:  filtrar  a  base  de  dados,  eliminando  ruídos  aí  contidos;  combinar  dados  de  fontes  diferentes  numa  única  base  de  dados;  seleccionar  variáveis  de  interesse  para  este  trabalho;  transformar  os  dados  em  formatos  apropriados;  extrair  padrões  de  interesse;  e  por  fim  usar  técnicas  de  visualização,  a  fim  de  apresentar  o  conhecimento  extraído.    Os  dados  mostram  uma  diversidade  regional  dos  cenários  da  prevalência  do  HIV  e  suas  tendências.  Enquanto  as  regiões  Norte  e  Centro  apresentam  uma  tendência  estacionária,  a  região  Sul  continua  registar  uma  tendência  de  crescimento  da  epidemia.  As  tendências  regionais  reproduzem‐se  a  nível  provincial,  embora  algumas  províncias  registem  uma  aparente  diminuição  da  prevalência.  As  taxas  de  prevalências  nas  zonas  transfronteiriças  apresentam  uma  continuidade  com  as  taxas  de  prevalência  em  regiões  adjacetes  de  outros  países.   Factores  regionais  e  zonas  fronteiriças  dão  a  percepção  de  contribuir  para  os  altos  níveis  de  HIV‐SIDA.   O  aumento  do  conhecimento  e  alteração  dos  comportamentos  individuais  e  sociais  são  essenciais  para  a  prevenção  do  HIV  e  subverso  da  actual  tendência  de  agravamento.   Este  trabalho  desenvolve  um  modelo  de  previsão  da  seroprevalencia  baseado  em  redes  neuronais  artificiais  que  prevê  a  redução  da  taxas  de  prevalência  em  todo  o  país,  excepto  os  cornos  das  províncias  de  Niassa  e  Tete.
URI: http://hdl.handle.net/10451/14053
http://repositorio.ul.pt/handle/10455/6697
Aparece nas colecções:FC-DI - Master Thesis (dissertation)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado do Lélio Manuel Rungo Dauane.pdf1,59 MBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.