Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Ciências (FC) >
FC - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1470

Título: Factores determinantes da diversidade e abundância de mamíferos num sistema agro-silvo-pastoril mediterrânico
Autor: Simões, Luciana Gaspar
Orientador: Reis, Margarida Santos
Palavras-chave: Mamíferos
Biodiversidade
Conservação da natureza
Teses de mestrado
Issue Date: 2009
Resumo: No contexto da paisagem mediterrânica, tipicamente multi-usos, os sistemas ripários constituem frequentemente o habitat menos intervencionado, proporcionando maior disponibilidade de alimento, água e refúgio que a matriz. Por outro lado, pastoreio de gado é a prática de gestão mais comum e alargada neste tipo de paisagem. Este estudo pretende determinar quais os factores mais relevantes para a diversidade e abundância de mamíferos num sistema representativo dessa paisagem, avaliando a influência dos sistemas ripários e os impactos do pastoreio sobre essa comunidade. Para a determinação da riqueza específica e abundância relativa das espécies, efectuaram-se percursos para procura e identificação de indícios de presença de carnívoros, lagomorfos e artiodáctilo, bem como sessões de armadilhagem de pequenos mamíferos. Foram detectadas 20 espécies de mamíferos, correspondendo a mais de 70% das espécies com representação biogeográfica na área. As variáveis mais relevantes para a riqueza específica e para a abundância/distribuição de 3 espécies de pequenos mamíferos foram determinadas através de Modelos Lineares Generalizados. A riqueza específica de mamíferos foi significativamente superior nos sistemas ripários de qualidade (9,63 2,03) que na matriz (7,68 1,92), tendo-se obtido resultados idênticos para os pequenos mamíferos (2,43 0,650 nas zonas ripárias; 1,17 0,992 na matriz). Não foi possível testar os efeitos da presença de pastoreio sobre a comunidade de mamíferos, mas verificou-se que duas espécies de pequenos mamíferos foram significativamente menos abundantes em locais sob pressão de pastoreio. Contudo, não se registaram diferenças entre as várias intensidades de pastoreio. Os resultados sugerem ainda uma mitigação dos impactos do pastoreio sobre os pequenos mamíferos pela presença de sistemas ripáros. Também a diversidade de usos do solo parece favorecer a riqueza específica total e a abundância de pequenos mamíferos. Os resultados enfatizam a importância da conservação dos sistemas ripários e da implementação de medidas de gestão de pastoreio ponderadas, para que se mantenham níveis superiores de biodiversidade na paisagem mediterrânica.
In typically multi-use Mediterranean landscapes, riparian systems are often the less interventioned habitat, providing greater availability of food, water and shelter, when compared to the uplands matrix. Besides, livestock grazing is the most common and extensive management practice of these systems. This study aims to determine the most relevant factors to the mammal community of a representative system of this landscape, evaluating the influence of riparian habitats and the impacts of grazing on this community. To determine the species richness and relative abundance of species, we conducted two different strategies: sign surveys for carnivores, lagomorphs and artiodactyls, and capture sessions for small mammals. 20 mammal species were detected, accounting over 70% of biogeographical representated species in the area. The most relevant variables for species richness and for 3 small mammal species' abundance or distribution were assessed by generalized linear models. Mammal species richness was significantly higher in high quality riparian areas (9,63 2,03) than in matrix (7,68 1,92), with identical results being achieved for small mammals (2,43 0,650 in riparian zones; 1,17 0,992 in matrix). We were unable to test the effects of grazing on mammals' community, but there were found two small mammal species significantly less abundant in areas under grazing pressure. However, it was found no variation of abundances according to different grazing intensities. The results also suggest a mitigation of grazing impacts on small mammals by the presence of riparian zones. Moreover, diversity of land uses seems to be determinant of for the overall species diversity and small mammals' abundance. The obtained results emphasize the importance of riparian zones and implementation of pondered grazing practices, to maintain higher levels of biodiversity in the Mediterranean landscape.
Descrição: Tese de mestrado, Biologia Biologia da Consrevação, 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000572626
http://hdl.handle.net/10451/1470
Appears in Collections:FC - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
21047_ulfc080650_tm.pdf974,87 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia