Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/1487
Título: Avaliação da prevalência viral em carnívoros no sítio Moura-Barrancos:implicações de conservação
Autor: Maldonado, Cristina Gouveia
Orientador: Reis, Margarida Santos
Duarte, Ana
Palavras-chave: Mamíferos
Carnívoros
Esgana
Parvovirus
Adenovirus
Teses de mestrado
Data de Defesa: 2009
Resumo: Os agentes infecciosos são um elemento importante na dinâmica populacional e na evolução das populações hospedeiras. No entanto, a actividade humana é um dos principais factores responsáveis pelo desequilíbrio na relação agente patogénico-hospedeiro, contribuindo para o aumento do risco extinção de espécies ameaçadas. Este desequilíbrio, entre outras causas, está associado ao aumento da probabilidade de transmissão de agentes infecciosos entre espécies domésticas e selvagens. Os hospedeiros que actuam como reservatórios desempenham também um importante papel na manutenção dos agentes patogénicos generalistas nas comunidades, assim como na sua transmissão a pequenas populações, podendo causar declínios populacionais significativos. Este trabalho teve como objectivo determinar a prevalência do vírus da esgana, do parvovírus, e do adenovírus canino, em espécies consideradas abundantes (raposa, fuinha, texugo, geneta e sacarrabos) no sítio Moura-Barrancos. Com esta análise pretendeu-se avaliar o papel destas espécies como reservatórios ou vectores de transmissão de agentes patogénicos para as duas espécies de felinos ameaçados (gato-bravo e lince), e prever a influência desses agentes patogénicos no sucesso do restabelecimento das populações dos mesmos. Neste estudo foi então avaliada a presença de ácidos nucleicos virais em 143 dejectos das cinco espécies de carnívoros, através da técnica PCR ou RT-PCR. Os resultados evidenciaram uma reduzida prevalência de excreção de parvovírus canino na raposa (3,2%), e de parvovírus felino em geneta (4,3%), e uma prevalência de excreção nula de parvovírus nas restantes espécies; mais ainda não foi detectado o vírus da esgana nas cinco espécies estudadas, e o adenovírus canino na raposa. Estes resultados sugerem que no período de amostragem, as espécies analisadas não estavam a actuar como reservatórios nem vectores destes agentes infecciosos, não parecendo constituir um risco para a recuperação e/ou restabelecimento das populações de felinos.
Infectious agents are an important element in host population dynamics, and evolution. Nevertheless, human activity is one of the main factors responsible for host-pathogen relationship unbalance, which has contributed for an increase of the extinction risk of endangered species. This unbalance is associated with a probable increase of pathogen transmission among domestic and wild species. Reservoir animals have an important role in pathogen maintenance in communities, as well as in its transmission to small animal populations, which may cause significant population decreases. This work aimed to determine canine distemper virus, parvovirus, and canine adenovirus prevalence in species (red fox, European mongoose, common genet, stone marten, and badger) known as abundant in Moura-Barrancos site. With this analysis we intended to evaluate the role of these species as reservoirs or vectors for pathogen transmission to endangered species, and to foresee their influence in the success of recovery and/or reestablishment of the two threatened feline populations in the area (wildcat and Iberian lynx). The presence of viral nucleic acids in 143 scats from five carnivore's species was evaluated by PCR or RT-PCR. Our results showed a low prevalence of canine parvovirus in red fox (3,2%), and of feline parvovirus in common genet (4,3%), and a null prevalence of parvovirus in the remainder species, of canine distemper virus in the five studied species, and of canine adenovirus in red fox. These results suggest that during the sampling period the analysed species were not acting as reservoirs or vectors of these infectious agents. In this way, the pathogens prevalence may not pose a risk to the recovery and reestablishment of the two threatened felid populations.
Descrição: Tese de mestrado, Biologia (Biologia da Conservação), 2009, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000573521
http://hdl.handle.net/10451/1487
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
21159_ulfc080592_tm.pdf767,18 kBAdobe PDFVer/Abrir
21160_ulfc080592_tm_Errata.pdf32,34 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.