Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15411
Título: Um estudo com mães de crianças com e sem défice intelectual : perceção materna sobre os estilos educativos parentais e o comportamento da criança
Autor: Mourinha, Sara Bernardo Fernandes
Orientador: Santos, Salomé Vieira, 1959-
Palavras-chave: Estilos educativos parentais
Comportamento da criança
Défices cognitivos
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: Este estudo aborda os Estilos Educativos Parentais (EEP) e o Comportamento da criança (CC) em mães de crianças com e sem défice intelectual. Pretende-se: (1) determinar se grupos de mães de crianças com e sem défice intelectual se distinguem nos EPP e na perceção do CC; (2) analisar a relação entre as duas dimensões; (3) caracterizar o Funcionamento Adaptativo da criança em diferentes áreas e o Funcionamento no Contexto Escolar, e comparar os dois grupos; (4) averiguar a relação destes dois tipos de Funcionamento com as dimensões em estudo. As participantes foram 80 mães de crianças (6-10 anos) com (G1, N=40) e sem (G2, N=40) défice intelectual. Utilizaram-se as adaptações portuguesas do EMBU-P e do Inventário do Comportamento da Criança para Pais, tendo sido ainda construída uma Ficha para recolha de informação (sociodemográfica e relativa ao funcionamento da criança em diferentes domínios - G1 e G2 -, e de desenvolvimento e referente ao problema - G1). Os dois grupos distinguiram-se significativamente nos EEP (Suporte Emocional, Rejeição e Tentativa de Controlo) e no CC (Total, e Comportamentos Externalizantes e Internalizantes), obtendo o G1 resultados mais elevados. Verificaram-se relações entre as dimensões dos EEP e as do CC, salientando-se quer semelhanças, quer diferenças em função do grupo. Os dois grupos diferenciam-se significativamente no Funcionamento da Criança (Adaptativo e no Contexto Escolar), observando-se um défice no funcionamento das crianças-alvo do G1. Os dois tipos de funcionamento associaram-se ainda com os EEP e com o CC, existindo, mais uma vez, semelhanças e diferenças em função do grupo. Este estudo contribui para a compreensão das relações entre EEP e CC quando a criança tem idade escolar e apresenta défice intelectual, as quais não têm sido valorizadas do ponto de vista empírico, facultando também pistas para a intervenção junto das mães e das crianças.
This study addresses parenting styles (PS) and child behavior (CB) in mothers of children with and without intellectual disability. It sets out: (1) to examine whether the groups of mothers of children with and without intellectual disability differ in PS and in the perception of CB; (2) to analyze the relationship between the two dimensions; (3) to characterize Adaptive Functioning of the child, in different areas, and Functioning in School Context and to compare both groups; (4) to ascertain the relationship between these two types of Functioning with the dimensions under study. 80 mothers of children (6-10 years) with (G1, N = 40) and without (G2, N = 40) intellectual disability participated in the study. The Portuguese adaptations of the EMBU-P and the Child Behavior Checklist were used. A form to collect specific information (socio-demographic and on the child's functioning in different domains - G1 and G2 -, and on development and problem-related information - G1) was also constructed. Both groups differentiated significantly in PS (Emotional Warmth, Rejection and Control Attempts) and CB (Total, Externalizing and Internalizing Behaviors), with G1 obtaining higher results. Associations among the PS and CB variables were found, and not only similarities but also differences emerged as a function of the group. The two groups differed significantly in the Functioning of the child (Adaptive and in School Context), whereby a deficit of functioning in G1 children was observed. Both types of functioning were also associated with PS and CB, and once again, similarities and differences as a function of the group were observed. This study contributes to the understanding of the relations between PS and CB when the child is school-aged and has intellectual disability, which have been undervalued from an empirical point of view. This study also provides clues for future intervention with mothers and children.
Descrição: Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/15411
Designação: Mestrado em Psicologia
Aparece nas colecções:FP - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfpie046662_tm.pdf783,12 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.