Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15493
Título: Membro da família prestador de cuidados : um modelo para a ação profissional facilitador da transição para o desempenho do papel
Autor: Andrade, Carmen Maria Silva Maciel
Orientador: Silva, Abel Avelino de Paiva e
Palavras-chave: Cuidados de enfermagem
Domicílio
Família - Portugal
Modelos de saúde
Teses de doutoramento - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: O estudo que apresentamos teve como finalidade aprofundar o conhecimento sobre a acção dos enfermeiros no âmbito da facilitação do processo de transição para o desempenho de papel de cuidador familiar de pessoa dependente e sobre o impacto produzido, contribuindo para a melhoria da qualidade dos cuidados de enfermagem. A exploração do fenómeno em estudo inscreveu-se numa dinâmica de envolvimento e participação dos diferentes atores na concepção de um modelo de enfermagem facilitador do processo de transição para o desempenho de papel de cuidador de familiar dependente, pelo que se sustentou o processo de investigação no paradigma construtivista. Como moldura para o desenvolvimento do estudo assumiu-se a Investigação-ação. A partir da caracterização dos clientes alvo dos cuidados de enfermagem de uma Unidade de Cuidados Domiciliários, assim como dos discursos falados e escritos (documentação dos cuidados de enfermagem) dos enfermeiros sobre as suas práticas com cuidadores familiares de pessoas dependentes, emergiu a reconstrução e operacionalização de um modelo de cuidados no sentido do desenvolvimento da Mestria no desempenho do papel dos cuidadores familiares como plano de acção para a mudança. Sustentado pela teoria das transições de Meleis, Sawyer, Im, Messias & Schumacher (2000) e pelas experiências dos enfermeiros nos seus contextos de acção, o Modelo de Apoio à Mestria do Cuidador Informal surge como resultado da reflexão sobre a ação. A avaliação do impacte da mudança gerada na prática clínica, pela perspectiva dos enfermeiros, atesta a aceitabilidade e a viabilidade do modelo na prática clínica de enfermagem, assim como remete para a identificação de benefícios relacionados com a melhoria da qualidade dos cuidados de enfermagem em contexto domiciliário. A co-construção de um modelo de cuidados a partir das necessidades e oportunidades de desenvolvimento identificadas pelos e com os enfermeiros, legitimado pelas suas tomadas de decisão, constituiu-se como um processo de reflexão em enfermagem, teórico e prático, no âmbito dos processos de transição para o desempenho do papel de cuidador familiar e para a dependência no autocuidado.
The study that we presented concluded that deeping the knowledge about the actions of nurses in the scope of facilitating the process of transition to the fulfillment of the role of family caregiver to a dependant person is impacted by, and contributes to improving the quality of nursing care. An exploration of the phenomenon of study enrolled in a dynamic of involvement and participation of the different players in the conception of a model of nursing which facilitates the process of transition to the fulfillment of the role of family caregiver to a dependant member, through which the investigation of the process of the constructivist paradigm was sustained. The action research framework was used for the development of this study. From the characterization of the the clients which were the target of nursing care of a home care unit, as well as the spoken and written discourse (documentation of nursing care) of the nurses about their practice with family caregivers of dependant persons, a reconstruction and operalization of a model of care emerged in the sense of develping a mastery of the role of family caregiver as an action plan for change. Supported by the theory of transitions by Meleis, Sawyer, Im, Messias & Schumacher (2000) and by the experiences of the nurses in their action contexts, the Model to Support Mastery of the Family Caregiver emerges as a result of reflection on action. The evaluation of the impact of change generated in clinical practice, from the perspective of nurses, is a testament to the acceptabilbity and viability of the model in nursing practice, as well as moving toward identifying the related benefits related to improving the quality of the nursing care in the domestic context. The co-construction of a model of care based on the needs and development opportunities identified by and with the nurses, justified by their decision making established itself as a process of reflection in nursing, both theoretical and practical, in connection with the transition to playing the role of family caregiver and dependance in self care.
Descrição: Tese de doutoramento, Enfermagem, Universidade de Lisboa, com a participação da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/15493
Designação: Doutoramento em Enfermagem
Aparece nas colecções:REIT - Teses de Doutoramento (Enfermagem)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd069420_td_Carmen_Andrade.pdf10,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.