Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15495
Título: Trabalho prático em biologia e geologia no ensino secundário : estudo dos documentos oficiais e suas recontextualizações nas práticas dos professores
Autor: Ferreira, Sílvia Cristina dos Reis, 1979-
Orientador: Morais, Ana Maria, 1939-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: Este estudo centrou-se no trabalho prático em Biologia e Geologia do ensino secundário. A principal finalidade foi compreender em que medida as orientações do Ministério da Educação, expressas nos documentos oficiais, as conceções dos professores quanto ao trabalho prático e o contexto social da escola poderão influenciar as práticas pedagógicas. A análise do trabalho prático focou-se no nível de exigência conceptual e na natureza das relações sociológicas entre sujeitos, discursos e espaços, nos contextos de transmissão/aquisição e de avaliação. O estudo está fundamentado psicológica e sociologicamente, destacando-se a teoria do discurso pedagógico de Bernstein. A investigação seguiu uma metodologia mista. Através de uma dialética constante entre o teórico e o empírico, analisaram-se vários textos: currículo de Biologia e Geologia dos 10º e 11º anos de escolaridade, fichas de avaliação externa, entrevistas a professores e práticas pedagógicas. No estudo participaram quatro professoras de quatro escolas diferentes e respetivas turmas do 10º ano de escolaridade. Os resultados evidenciam a ocorrência de descontinuidades entre as mensagens do currículo e das fichas de avaliação externa quanto ao nível de exigência conceptual do trabalho prático, sendo esse nível menor na avaliação externa. Nenhuma das práticas evidenciou um elevado nível de exigência conceptual e tenderam a aproximar-se da mensagem expressa nas fichas de avaliação externa. Os processos de recontextualização que se verificaram parecem ter sido influenciados pelas conceções das professoras relativas ao trabalho prático no ensino das ciências e ainda pelo contexto social da escola. As professoras das escolas classificadas nos níveis mais baixos dos rankings nacionais e cujos alunos pertenciam a setores sociais menos providos de recursos apresentaram práticas que se caracterizaram pelos níveis mais baixos de exigência e que mais se afastaram da modalidade de prática pedagógica que se tem mostrado mais favorável à aprendizagem de todos os alunos.
The study was centred on practical work in the discipline of high school Biology and Geology. Its main aim was to understand the extent to which the Ministry of Education guidelines, present in official documents, the teachers’ conceptions about practical work and the school social context may influence pedagogical practices. The analysis of practical work was focused on the level of conceptual demand and on the nature of sociological relations between subjects, discourses and spaces, in both the transmission/acquisition and the evaluation contexts. The study is psychologically and sociologically grounded, particularly on Bernstein’s theory of pedagogic discourse. The research followed a mixed methodology. A constant dialectics between the theoretical and the empirical was present in the analysis of various texts: the Biology and Geology curriculum for the 10th and 11th years of schooling, the assessment exams, teachers’ interviews and pedagogical practices. Four teachers of four distinct schools and respective 10th grade students participated in the study. The results suggest the existence of discontinuities between the curriculum and the external assessment exams messages related to the level of conceptual demand of practical work, which showed to be lower in the external assessment. None of the practices revealed a high level of conceptual demand, approaching the message contained in the external assessment exams. The teachers’ conceptions about practical work in science education and the social context of the school seemed to have influenced the recontextualizing processes that were evidenced. The teachers from the schools which had been placed in the lowest levels of national rankings and whose students belong to social sectors with less resources implemented practices that were characterized by lower levels of conceptual demand and that are farer away from the modality of pedagogic practice that has been shown to be more favourable to all students’ learning.
Descrição: Tese de doutoramento, Educação (Didática das Ciências), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/15495
Designação: Doutoramento em Educação
Aparece nas colecções:IE - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd069403_td_Silvia_Ferreira.pdf6,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.