Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15562
Título: Ondas, cenas e microculturas juvenis
Outros títulos: Flows, scenes and youth microcultures
Autor: Ferreira, Vítor Sérgio
Data: 2008
Citação: Ferreira, V. S. (2008). Ondas, cenas e microculturas juvenis. PLURA: Revista do Programa de Pós‑Graduação, 15, 99-128
Resumo: As microculturas juvenis de hoje não configuram um “nós” do mesmo modo que propunham as tradicionais teorias subculturais, onde a acção dos membros das “subculturas” surgia em relação e em função da colectividade. A fragmentação intricada e reticular das sociabilidades microculturais contemporâneas não permite identificar uma unidade de “grupo”, um nós associativo de que se é membro, mas nós sociativos conexos, fundados em relações concretas com outros pessoalizados, que se estabelecem temporariamente com base em afinidades e afectividades electivas. Destes “nós” os jovens não exigem semelhança mas, sobretudo, reconhecimento da sua diferença, fractalmente partilhada em termos de identificações, experiências e relações sociais. Perceber como se estruturam as práticas de sociabilidade no âmbito destes micro‑contextos sociais juvenis e as dimensões de afinidade electiva em torno dos quais são produzidas, é o objectivo primordial deste artigo.
The more recent youth microcultures do not configure a sense of “us” in the same way as proposed by the traditional subcultural theories, where the action of the “subculture” members appeared in relation to and in function of the collectivity. The intricate and reticular fragmentation of modern subcultural sociabilities does not allow us to identify a “group” unit, an associative us of which one is a member, but several connected sociative us, rooted in concrete relationships with personalised others, which are temporarily established and based on electives affinities and affections. The young people do not demand similarity from these “us” but, above all, the recognition of their difference, fragmentally shared in terms of identifications, experiences and social relationships. To understand how sociability practices are structured and witch dimensions of elective affinity are under the social production of these social micro‑contexts, it is the main goal of this article.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/15562
Versão do Editor: http://www.revistas.usp.br/plural/article/view/75231/78996
Aparece nas colecções:ICS - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ICS_VSFerreira_Ondas_ARI.pdf662,07 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.