Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15603
Título: Estrutura e dinâmica dos habitats e da paisagem dos sítios Estuário do Sado e Comporta Galé : um contributo para a gestão e restauro ecológico
Autor: Gutierres, Francisco Reis Sacramento, 1979-
Orientador: Neto, Carlos da Silva, 1960-
Reis, Eusébio Joaquim Marques dos, 1966-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: Este trabalho empreende a elaboração de um estudo integrado da dinâmica das comunidades vegetais, dos habitats da Rede Natura 2000 e, num nível mais geral, da paisagem dos Sítios Estuário do Sado e Comporta/Galé. Pretendeu-se desenvolver e aplicar diferentes metodologias de análise assente em Tecnologias de Informação Geográfica (TIG) e Modelação Geográfica ao nível da estrutura e dinâmica dos habitats naturais e seminaturais e da paisagem, para investigar questões científicas relevantes para a gestão e restauro ecológico da paisagem enquanto mosaico de ecossistemas. A análise da estrutura e dinâmica espaciotemporal (baseada em indicadores de paisagem, Cadeias de Markov acopladas a um algoritmo de Autómatos Celulares) permitiu evidenciar as grandes alterações que se operaram ao longo do tempo. As paisagens dos setores analisados nos anos de 1958, 1990 e 2007 apresentam padrões distintos: no setor 1 verificou-se uma evolução para um aumento de heterogeneidade (entre 1958 e 2007); no setor 2, evoluiu no sentido de uma maior homogeneidade (entre 1958 e 1990) e posteriormente a paisagem sofreu um ligeiro aumento dos níveis de fragmentação (entre 1990 e 2007); enquanto que a paisagem do setor 3 evidenciou um aumento da sua diversidade. Salienta-se o caso particular dos ecossistemas de sapal do Estuário do Sado, onde se identificaram elevadas taxas de erosão e recuo dos sapais. Os resultados obtidos pela modelação preditiva ao nível da comunidade ('classification-then-modelling') permitiu a quantificação e avaliação da adequabilidade territorial da Vegetação Natural Potencial. A modelação desenvolvida possibilitou um melhor conhecimento da posição das séries de vegetação ao longo de gradientes ambientais e as respostas preditivas às variáveis geologia, solos e altitude. Do mesmo modo que os resultados obtidos com a aplicação de Deteção Remota evidenciam as diversas vantagens desta relativamente às usuais técnicas de interpretação visual de imagem, possibilitando a harmonização de procedimentos metodológicos na produção de cartografia de habitats com elevado nível de detalhe à escala local. Conclui-se que a integração de TIG e Modelação Geográfica revela-se fundamental na estruturação e fundamentação de intervenções nos habitats e paisagem, particularmente em contextos de perturbação por atividades humanas, apresentandose alguns exemplos concretos encontrados na região estudada.
Descrição: Tese de doutoramento, Geografia (Geografia Física), Universidade de Lisboa, Instituto de Geografia e Ordenamento do Território, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/15603
Designação: Doutoramento em Geografia
Aparece nas colecções:IGOT - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd069530_td_tese.pdfTese31,48 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd069530_td_anexo_4.pdfAnexo42,87 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.