Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15605
Título: A imprensa e o império na África Portuguesa, 1842-1974
Autor: Fonseca, Isadora de Ataíde
Orientador: Garcia, José Luís
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: Este estudo analisa as dinâmicas da imprensa e do jornalismo nos territórios da África Portuguesa (Cabo Verde, Angola, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné) ao longo do período colonial, entre 1842-1974. Os papéis desempenhados pelo jornalismo e as características do sistema de imprensa são observados, discutidos e analisados no contexto sociopolítico do império colonial português nos séculos XIX e XX. No estudo das relações entre a imprensa e o império adopta-se uma perspectiva multidisciplinar, na qual dialogam a história, a sociologia e a ciência política, permitindo uma compreensão aprofundada das interacções e interdependências entre a imprensa, o império colonial e os regimes políticos. O estudo de caso da África Portuguesa demonstra que a imprensa e o jornalismo nos cinco territórios apresentaram dinâmicas e características similares no período colonial. A imprensa foi decisiva na afirmação do colonialismo português, mas o jornalismo também contestou e opôs-se e ao projecto imperial. Foi ao longo do colonialismo que a imprensa emergiu, desenvolveu-se e consolidou-se como uma instituição de perfil político e como plataforma dos conflitos sociais.
This study analyzes the dynamics of the press and journalism in the colonies of Portuguese Africa (Cape Verde, Angola, Mozambique, São Tomé and Príncipe and Guinea) during the colonial period, between 1842 and 1974. The roles developed by journalism and the features of the press system are observed, discussed and analyzed within the sociopolitical context of the Portuguese colonial empire in the 19th and 20th centuries. The study adopts a multidisciplinary perspective and engages with the fields of history, sociology and political science to allow for a deeper understanding about the interactions and interdependencies between the press, the colonial empire and political regimes. The case study of Portuguese Africa shows that the press and journalism had similar performances and features during the colonial period in the five colonies. The press was decisive for the assertion of Portuguese colonialism, but journalism also contested and resisted the imperial project. Furthermore, colonial rule witnessed the emergence, development and strengthening of the press as an institution of political profile and as a platform of social conflicts.
Descrição: Tese de doutoramento, Sociologia (Sociologia da Cultura da Comunicação e dos Estilos de Vida), Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Sociais, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/15605
Designação: Doutoramento em Sociologia
Aparece nas colecções:ICS - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd069555_td_Isadora_Fonseca.pdf2 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.