Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15607
Título: Personal networks in portuguese society : a configurational and lifecourse approach
Autor: Gouveia, Rita Isabel do Carmo
Orientador: Wall, Karin
Widmer, Éric
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: The main aim of this thesis is to examine how individuals construct their personal networks in Portuguese society, and to explore the instrumental and expressive interdependencies established within the network. Combining a configurational approach and a lifecourse perspective, we aim to: 1) understand the generative principles of relational closeness which underpin the construction of personal networks; 2) map the diversity of personal configurations and the main shaping factors; 2) characterize the social capital generated in instrumental, expressive and normative interdependencies within each configuration; and transversal to all these issues, 3) discuss the nature of relational choice, and how the latter is shaped by social contexts associated with life-stage, structural, normative, family, biographical and subjective factors. This research draws on a national survey on family trajectories and social networks, which was applied to a representative sample of men and women born in 1935-40, 1950-55 and 1970-75, who represent different social and historical times in Portuguese society, as well as different life stages. The research is embedded in contemporary debates on the transformation of family and personal life in western societies, in particular the theories of individualization, as well as other more interpretative theoretical approaches which frame these changes in the context of the processes of family change and pluralization of the lifecourse.
O objectivo principal desta tese é compreender de que modo os indivíduos constroem as suas redes pessoais na sociedade portuguesa, bem como explorar as interdependências instrumentais e afectivas que se estabelecem no interior da rede. Articulando a abordagem configuracional com a perspectiva do percurso de vida, procura-se: 1) compreender os mecanismos geradores de proximidade relacional que regulam a construção das redes pessoais; 2) mapear a diversidade de configurações pessoais e os factores que as condicionam; 3) caracterizar o tipo de capital social gerado pelas interdependências instrumentais, expressivas e normativas dentro de cada configuração; e transversal a todas estas questões, 4) discutir a natureza das escolhas relacionais, tendo em conta os contextos diferenciados em que elas ocorrem associados a factores geracionais e de ciclo de vida, estruturais, normativos, familiares, biográficos e subjectivos. Esta investigação baseia-se em dados provenientes de um inquérito nacional sobre trajectórias familiares e redes sociais, o qual foi aplicado a uma amostra representativa de homens e mulheres nascidos em 1935-40, 1950-55 e 1970-75, que representam diferentes tempos sociais e históricos na sociedade portuguesa, mas também diferentes fases do ciclo de vida. A discussão enquadra-se nos debates contemporâneos sobre as transformações na vida familiar e pessoal nas sociedades ocidentais associados à modernidade, nos quais se têm destacado as teorias da individualização, mas também abordagens teóricas mais compreensivas que enquadram estas mudanças no contexto de processos de diversificação das relações familiares e pessoais e de pluralização do percurso de vida.
Descrição: Tese de doutoramento, Sociologia (Sociologia da Família, da Juventude e das Relações de Género), Universidade de Lisboa, Instituto de Ciências Sociais, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/15607
Designação: Doutoramento em Sociologia
Aparece nas colecções:ICS - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd069540_tese.pdfTese3,24 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd069540_apendice_1.pdfApendice11,16 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.