Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15631
Título: Ficção e encenação : o desenho como narrativa visual
Autor: Lopes, Vasco de Brito Costa Mendes, 1969-
Orientador: Pereira, Fernando António Baptista, 1953-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2014
Desenho
Narrativas
Representação
Ficção
Imaginação
Data de Defesa: 2014
Resumo: O desenho como expressão plástica sempre esteve relacionado a uma ideia de projeto em curso, como manifestação de uma expressão formal e conceptual em permanente estado de inacabado. A relação umbilical face à pintura construiu, ao longo dos tempos, uma conceção segundo a qual o desenho se apresenta como suporte e como estado transitório da constituição da imagem enquanto produto final e acabado, como uma expressão experimental de formalizações e de conceptualizações. No entanto, esta perspectiva redutora que se inscreveu num microcosmos imagético, desenvolveu-se dentro de um relato de uma transformação da matéria em ideias, de estruturas não verbalizáveis em conteúdos semânticos. A construção gráfica exponencia a manifestação de uma errância das formas à medida que se concretiza semanticamente em conteúdo e em ideia. O discurso plástico organiza-se deste modo como expressão de um percurso de uma transformação material que ocorre a nível da superfície do suporte mas que se fundamenta a nível intelectual. O processo que envolve a construção discursiva plástica como conceptual ocorre numa temporalização que se manifesta numa estrutura de cariz narratológico. A observação de um modo narrativo como constituinte de uma discursividade plástica apresenta-se, assim como, ponto de partida desta investigação. Aferir uma tradição estrutural do desenho como meio interpretativo de narrativa e como meio expressivo de narrativa fundamenta-se no encontro que se estabelece entre o desenho como primado da ideia e o desenho como fundamento da imaginação. A transversalidade no tempo do desenho como processo e como construtor de estruturas plástico/discursivas edifica-se numa construção plural de intencionalidades e de soluções. A narrativa, como modo, exponencia a sedimentação dos diversos imaginários que vão ocorrendo e que, de forma dinâmica, se interrelacionam e se metamorfoseiam consoante os contextos do seu encontro, na memória dos artistas e na relação com o espetador. O jogo da perceção e as suas ilusões no campo da representação como manifestação de uma construção de visualidade ancoram num sistema de códigos e de convenções que se exponenciam em linguagem, que, não verbalizável, se satisfaz quando construída numa estrutura linguística que ocorre no campo da ficcionalidade. A narrativa, como ficção da ideia e do gesto plástico, e a ficção, como narrativa que verbaliza uma presença e numa existência apresentam uma dimensão do desenho que se projeta intemporalmente como exercício e como atividade do pensamento plástico. O desenho como narrativa fundamenta, ao nível semântico e processual, deste modo a sua autonomia em relação à pintura.
The production of drawing in the context of visual arts has always been related to an idea of working in progress, related to painting as a supporting role, as a field of practical and theoretical expression of formalizations and conceptual ideas. However this experience that developed inside womb of ideas, is verbalized when these meanings are transformed in material signs with semantic content by the action from the draughtsman. The graphical action constructs a discourse of meanings when occurs a visualization that semantically materializes content and idea inside a temporality, in a dimension of space and time. The act of drawing as an artistic discourse is organized so as an expression of material transformation that occurs in the level of the surface of the canvas but simultaneous as narrative of meanings at the level of the mind. The process involves the construction of plastic discourse as a conceptual temporizing occurs on a narrative structure. The observation of a narrative mode, as a constituent of an expressive artistic discourse, presents itself as the starting point of this investigation. Assess structural tradition of drawing as a means of narrative and interpretive and expressive medium of narrative is based on the presuppose that is established between the act of drawing as primacy of an idea and drawing as the foundation of an imagination and an imagery. The drawing as a process and as a conceiver of artistic / discursive structures, which elaborates a construction of plural intentions and artistic solutions, as the narrative mode aggregate imaginary contents from different sources, that develop in a dynamic relationship that occurs in the encounter between the viewer and the picture and in the memory of the artists. The structure of perception, and the illusions in the field of representation, is a manifestation of a visuality related to a universe of codes and convention systems that are express in a kind of language, without utterance, that achieved a sense of meaning when developed inside a linguistic structure that occurs in the field of fiction. The approach to a concept of narrative structure that constructs a fiction about the act of drawing and the concept of fiction as a narrative of the material acting of the gesture of drawing, that is organized inside an artistic discourse, is the expression of a field of new interpretations that conceive new semantic contents, when the forms are read by the viewer during the temporal transition of the perceptualist gaze to the visual reading. This fiction that develops as a visual narrative that will conceive new semantic contents of imagery is the reflex of a transformation, from the material to ideas, from a perceptualist narrative to visual narrative conceived inside artistic and plastic discourse. Drawing as a narrative discourse is the foundation of autonomy, on the semantic level as on procedural level, in relation to painting.
Descrição: Tese de doutoramento, Belas-Artes (Ciências da Arte), Universidade de Lisboa, Faculdade de Belas-Artes, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/15631
Designação: Doutoramento em Belas-Artes
Aparece nas colecções:FBA - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd069481_td_vol_1.pdfVol112,49 MBAdobe PDFVer/Abrir
ulsd069481_td_vol_2.pdfVol214,23 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.