Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/15668
Título: Movimentos e actividade migratória de uma ave pelágica: a alma-negra (Bulweria bulwerii)
Autor: Alho, Maria Saldanha
Orientador: Dias, Maria Peixe
Palmeirim, Jorge M., 1957-
Palavras-chave: Aves aquáticas - Selvagens - Ilha da Madeira
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: As aves marinhas pertencentes à ordem dos Procellariiformes são predadores abundantes em várias áreas oceânicas um pouco por todo o mundo. Muitas destas espécies, em particular as de pequena dimensão, são predadores nocturnos que desempenham um papel importante em muitas teias tróficas marinhas como consumidores de presas mesopelágicas. No entanto, a ecologia espacial e o comportamento no mar da grande maioria destas espécies permanecem em grande parte desconhecidos. A Alma-negra Bulweria bulwerii é um destes pequenos Procellariiformes, e é extremamente abundante no Arquipélago da Madeira, em particular nas ilhas Desertas e Selvagens. Aproveitando os desenvolvimentos tecnológicos recentes nas técnicas de seguimento de aves (geolocators), estudou-se o comportamento migratório desta espécie, em particular a sua distribuição e actividade no mar, ao longo de dois ciclos anuais (2012/2013 e 2013/2014), na colónia da ilha Selvagem Grande. Após a época de reprodução as Almas-negras migraram para o Atlântico tropical para passar o inverno em águas profundas (profundidade média de 4652 m em 2012/2013; 4359 m em 2013/2014), longe das plataformas continentais, regiões estas que são evitadas pela maioria das aves marinhas migradoras do Atlântico. Estas aves são principalmente activas durante o período nocturno, especialmente nas áreas de invernada. As Almas-negras passaram mais tempo em voo durante a noite (mais de 85%, em média) do que qualquer outra ave marinha estudada até agora. As Almas-negras tenderam também a voar mais em noites de Lua Cheia. O ciclo lunar teve também influência na data de início da migração pós-nupcial, tendo 56% dos indivíduos saído da colónia em noites de Lua Nova. Considerando que uma parte significativa do ciclo anual destas aves é passado nas suas áreas de invernada, as condições nestes locais vão provavelmente afectar as suas taxas de sobrevivência e reprodução. Os resultados deste estudo podem assim contribuir para o aumento do conhecimento da ecologia de aves marinhas pelágicas, muitas das quais ameaçadas de extinção, conhecimento esse que se reveste de particular importância no âmbito da identificação e gestão de áreas marinhas protegidas.
Seabirds of the order Procellariiformes are abundant predators in several oceanic areas all over the world. Many of these species, particularly the ones with smaller size, are nocturnal predators that play an important role in many marine trophic webs as consumers of mesopelagic prey. However, the spatial ecology and at-sea behavior of the great majority of these species remain largely unknown. The Bulwer's petrel Bulweria bulwerii is one of these small procellariiformes and it is extremely abundant in the Madeira Archipelago, especially in the Desertas and Selvagens Islands. Taking advantage of the recent technological developments in bird tracking (geolocators), we studied the migratory behaviour of this species, in particular its distribution and activity at sea, along two annual cycles (2012/2013 and 2013/2014), in the colony of Selvagem Grande Island. After the breeding season, Bulwer’s petrel migrated to tropical Atlantic Ocean to overwinter in deep waters (average depth of 4652 m in 2012/2013; 4359 m in 2013/2014), away from the continental shelves, in areas avoided by the majority of other migratory seabirds of the Atlantic. These birds are mainly active at the night time, especially during the wintering period. Bulwer’s petrels have spent more time in flight during the night (> 85% on average) than any other seabird studied so far. Bulwer’s petrels also tend to fly more on full moon nights. The lunar cycle also influenced the date of departure to post-nuptial migration, with 56% of the individuals leaving the colony during new moon. Considering that these birds spend a significant proportion of their annual cycle in their wintering areas, the conditions at these locations will probably affect their survival and reproduction rate. Therefore, the results of this study can contribute to increase the knowledge of the ecology of pelagic seabirds, many of which are at risk of extinction, and be of great importance to in the identification and management of marine protected areas.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/15668
Designação: Mestrado em Biologia da Conservação
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc107473_tm_maria_alho.pdf1,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.