Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/16028
Título: Avaliação das aprendizagens nas percepções e práticas de docentes e estudantes de Artes e Humanidades
Autor: Fernandes, Domingos
Backx, Adriana
Palavras-chave: Avaliação em Educação
Práticas Curriculares
Práticas de Avaliação
Práticas de Ensino
Ensino Superior
Concepções de Ensino
Concepções de Avaliação
Percepções
Data: 2014
Citação: Fernandes, D. e & Backx, A. (2014). Avaliação das aprendizagens nas percepções e práticas de docentes e estudantes de Artes e Humanidades. Comunicação apresentada no VIII Congresso Iberoamericano de Docência Universitária (CIDU). Rosario, Santa Fe: Universidade Nacional de Rosario, República Argentina.
Resumo: Research has been showing that teachers’ assessment practices are seen more as a technique to grade students rather than a pedagogical process that aims to support in-depth and meaningful learning. In order to come up with detailed descriptions of teachers’ assessment practices, the literature has been calling for the need to develop research based on data collected in real classrooms. On the other hand, it has been acknowledged that there is a complex relationship between teachers’ and students’ perceptions on learning assessment and its practices. Research reported in this paper was guided by the following three main objectives: a) to describe, to analyze and to interpret classroom learning assessment practices; b) to compare teachers’ and students’ perceptions on assessment; and c) to find out relationships between qualitative (intensive) and quantitative (extensive) data. Qualitative, intensive, data were collected at four universities through in-depth interviews with eight Arts and Humanities teachers (two per university), 160 h of classroom observations (20 h per teacher), and interviews with eight groups of students (two groups per university). These data enabled one to produce a total of eight narratives on learning assessment issues that gave rise to a single meta-narrative. Quantitative, extensive, data were collected through a 45-Likert items questionnaire, 15 of which were directly related to learning assessment. A descriptive analysis of these data was performed and Homogeneity Analysis (HOMALS) was used in order to identify the variables that most differentiate teachers’ and students’ perceptions on assessment issues. Research results showed that teachers’ assessment practices ranged from those that were oriented to support learning and to those whose only purpose was to grade students’ learning. Homogeneity analysis (HOMALS) allowed one to identify those variables that best discriminate teachers’ and students’ perceptions. Moreover, it contributed to establish relationships between extensive and intensive data.
A investigação tem evidenciado que as práticas de avaliação dos docentes são mais uma técnica orientada para classificar os estudantes do que um processo pedagógico que contribua para os apoiar a aprender com mais profundidade e significado. A literatura vem igualmente referindo a necessidade de se desenvolverem pesquisas baseadas em dados recolhidos no contexto real das salas de aula, que permitam descrever detalhadamente as práticas avaliativas dos docentes. Por outro lado, reconhece-se que há uma relação complexa entre as percepções de docentes e estudantes sobre avaliação e as respetivas práticas. A pesquisa que se apresenta e discute nesta comunicação foi orientada por três objetivos principais: a) descrever, analisar e interpretar práticas de avaliação das aprendizagens em contextos de sala de aula; b) comparar percepções de avaliação entre docentes e estudantes; e c) estabelecer relações entre dados intensivos e dados extensivos. Os dados intensivos, qualitativos, obtiveram-se em quatro universidades através de entrevistas profundas e observações de 160 h de aulas de oito docentes (20 h por docente) de Artes e Humanidadese ainda entrevistas a oito grupos de estudantes. Estes dados deram origem a uma meta-narrativa baseada nas oito narrativas de cada um dos oito docentes. Os dados extensivos, quantitativos, recolheram-se através de um questionário com 45 itens de tipo Likert, 15 dos quais se referiam à avaliação. Procedeu-se a uma análise descritiva destes dados e utilizou-se a Análise de Homogeneidade (HOMALS) para identificar as variáveis que mais diferenciavam as percepções entre docentes e estudantes. Os resultados mostraram que as práticas de avaliação dos docentes variaram entre as que estavam orientadas para apoiar as aprendizagens e as que apenas serviam para atribuir classificações. A análise de homogeneidade (HOMALS) permitiu identificar as variáveis que mais discriminam as percepções de docentes e estudantes contribuindo para relacionar os dados extensivos e intensivos.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/16028
Aparece nas colecções:IE - GIAE - Comunicações e Conferências

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Fernandes&Backx_VIIICIDU_Argentina.pdf141,76 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.