Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/16118
Título: Caracterização dos utilizadores e dos serviços culturais do Parque Florestal de Monsanto
Autor: Vasco, Ana Rita Afonso, 1991-
Orientador: Mendes, Ricardo Nogueira
Cabral, Henrique N., 1969-
Palavras-chave: Parques naturais
Turismo
Parque Florestal de Monsanto - Portugal
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2015
Resumo: Na última década, o aumento da população urbana e da procura por oportunidades de recreio tem acentuado a pressão sobre os espaços verdes. Desencadeando conflitos e novos desafios de gestão, originados pela falta de informações sobre as necessidades e expectativas dos vários grupos de utilizadores, e em que o planeamento urbano é muitas vezes projectado sem ter em consideração as necessidades da população local. Torna-se portanto, necessário recorrer a novas medidas de gestão que vão de acordo a essas expectativas e às prioridades do território. O aumento de trabalhos de investigação demonstra que a presença de áreas verdes nas cidades contribui com um vasto conjunto de benefícios e serviços, fomentando a qualidade de vida, razão pela qual, os espaços verdes revestem-se de uma importância incontestável nos meios urbanos. O principal objectivo deste trabalho é caracterizar o perfil do visitante do Parque Florestal de Monsanto, as suas percepções, comportamentos, visita, hábitos, preferências e qualidade da experiência. Assim como, avaliar os serviços culturais com base em preferências socioculturais e identificar espacialmente a intensidade de utilização e os possíveis conflitos entre utilizadores. Neste estudo foram obtidos 366 inquéritos (presenciais e online). Os resultados indicam que o perfil do visitante é composto por mulheres, com idade entre os 35 e os 44 anos, com nível superior de educação, especialistas de profissões intelectuais e científicas, que residem no Concelho de Lisboa. As principais razões para visitar são trazer as crianças, fazer piqueniques e estar na natureza, a maioria visita raramente o parque, de preferência no verão, durante 1 a 2 horas, com os filhos, deslocando-se em viatura própria e em grupos inferiores a 5 pessoas. Os serviços culturais identificados asseguram importantes necessidades humanas imateriais, com destaque da saúde mental e física. Implicações para o planeamento e gestão do Parque são analisados e discutidos.
In the last decade, the urban population increase and the demand for recreation opportunities have accentuated the pressure on green spaces. Triggering conflicts and new management challenges, originated by the lack of information about the needs and expectations of several users groups, and that urban planning is often designed without taking into account the needs of the local population. Therefore, it becomes necessary to implement new management measures that go according to those expectations and the territory priorities. Increasing research shows that the presence of natural areas in the cities contributes with a vast set of benefits and services, promoting quality of life, which is why green spaces are of unquestionable importance in urban areas. The main objective of this work is to characterize the Monsanto Forest Park visitor profile, their perceptions, behaviors, visit, habits, preferences and quality of experience. As well as evaluate the cultural services based on socio-cultural preferences and identify spatially the intensity of use and the possible conflicts between users. This study obtained 366 surveys (presential and online). The results indicate that the visitor profile consists of women, between the ages of 35 to 44, with higher education, specialists of intellectual and scientific professions, residing in the municipality of Lisbon. The main reasons to visit are bringing the children, picnics and being in nature, the majority of users rarely visits the park, preferably in the summer, for 1 to 2 hours, with their sons, traveling by private car, in inferior groups of 5 people. The identified cultural services ensure important intangible human needs, highlighting the mental and physical health. Implications for the planning and management of the Park are analyzed and discussed.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/16118
Designação: Mestrado em Biologia (Ecologia e Gestão Ambiental)
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc107603_tm_ana_vasco.pdf3,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.