Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/16126
Título: Efeito do pastoreio na herpetofauna de uma paisagem agrícola Mediterrânica
Autor: Fernandes, Joana Rita Martins, 1991-
Orientador: Fonseca, Francisco Petrucci, 1953-
Palavras-chave: Pastoreio
Montado
Répteis
Anfíbios
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: O montado é um ecossistema exclusivo da bacia mediterrânica, que inclui a Península Ibérica, e único na Europa. A heterogeneidade espacial criada pela gestão agrícola tradicional deste sistema permite que o mesmo sustente a biodiversidade, ao invés de a reduzir. No entanto, a sustentabilidade do montado tem enfrentado sérias dificuldades. Seguindo as tendências verificadas por toda a Europa, a intensificação ou abandono têm posto em causa o equilíbrio tradicionalmente apresentado por este sistema e assim, a biodiversidade que lhe está associada. Assim sendo, torna-se necessário compreender como é que as espécies estão a responder a este tipo de alterações na gestão do montado. Um bom indicador tanto da qualidade como da complexidade do habitat é, então, a herpetofauna. Isto deve-se ao facto deste grupo possuir certos requisitos de habitat, relativos a, por exemplo, requisitos de temperatura ou estrutura da vegetação, espelhando assim a condição do ecossistema. Existe, tanto a nível nacional como mundial, uma preocupação crescente em relação à conservação da herpetofauna, pelo que se torna importante a realização de estudos que abordem a interacção da herpetofauna com o seu habitat, uma vez que a perda e fragmentação do mesmo constitui também um factor de ameaça para estas espécies. O presente estudo tem como objectivo avaliar de que modo o pastoreio influencia a riqueza específica e abundância de uma comunidade de anfíbios e répteis numa paisagem mediterrânea. O trabalho foi realizado na Companhia das Lezírias e constitui a primeira contribuição para o estudo da herpetofauna local. Foram usados dois métodos de captura, placas de madeira (coverboards) e estruturas de intercepção (drift-fences) associadas a armadilhas de queda (pitfalls). A intensidade de pastoreio não parece afectar directamente esta comunidade. No entanto, o pastoreio regula outros factores que afectam os anfíbios e répteis como a estrutura da vegetação. É necessário por isso moderar a intensidade de pastoreio de modo a sustentar níveis mais elevados de biodiversidade para a herpetofauna.
‘Montado’ is a unique ecosystem of the Mediterranean basin, which includes the Iberian Peninsula, and unique in Europe. The spatial heterogeneity created by the traditional management practices sustains biodiversity, rather than reduces it. However, and following the trends present across Europe, the sustainability of the ‘montado’ is facing serious difficulties. The intensification or abandonment has endangered the balance of this agricultural system and thus the associated biodiversity. It becomes, therefore, necessary to understand how species are responding to such changes in management practices. A good indicator of both quality and habitat complexity is the herpetofauna, due to the fact that this group has certain habitat requirements, for example relating to temperature or vegetation structure requirements, thereby reflecting the condition of the ecosystem. There is a growing concern when it comes to the conservation of herpetofauna, both on the global and national levels. Therefore it is important to conduct studies that address the interaction of herpetofauna and its habitat, since its loss and fragmentation is a threatening factor for these species. The objective of this study is to assess how grazing affects species richness and abundance of a community of amphibians and reptiles in a Mediterranean landscape. This study was carried out in Companhia das Lezírias and is the first contribution to the study of local herpetofauna. Two methods were used to capture amphibians and reptiles, coverboards and drift-fences associated with pitfalls. Grazing intensity does not seem to directly affect this community. However it does regulate other factors such as vegetation structure that do affect amphibians and reptiles. It is necessary therefore to moderate grazing intensity in such a way as to sustain high levels of herpetofaunal diversity.
Descrição: Tese de mestrado. Biologia (Biologia da Conservação). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014
URI: http://hdl.handle.net/10451/16126
Designação: Mestrado em Biologia (Biologia da Conservação)
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc107602_tm_joana_fernandes.pdf1,73 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.