Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/16155
Título: A memória do testemunho e a influência das emoções na recolha e preservação da prova
Autor: Reis, Maria Anabela Bento Marinho Nunes dos, 1950-
Orientador: Horta, Maria da Purificação, 1953-
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2015
Memória
Emoções
Confiança
Data de Defesa: 2015
Resumo: Os estudos sobre a memória do testemunho sugerem que as emoções podem influenciar a sua exatidão, interferindo com a evocação de acontecimentos importantes e afetando a relação confiança - exatidão do testemunho mas não chegam a acordo sobre se realmente a influenciam de forma positiva ou negativa. Este estudo pretendeu explorar o impacto das emoções após a visualização de imagens reais de acidentes de trânsito, de infrações e de trânsito normal, bem como a sua influência na evocação posterior, tentando verificar como interferiam com a relação confiança – exatidão do testemunho quando sujeitos à desinformação. Sendo os acidentes de viação frequentes e podendo qualquer condutor vir a ser testemunha, a amostra foi constituída por 150 sujeitos voluntários de ambos os sexos, possuidores de carta de condução e que conduzissem com regularidade, pois pretendíamos que houvesse familiaridade com as imagens reais de transito normal e imagens com a ocorrência de acidentes e de infrações. Os participantes preencheram questionários de autorrelato do impacto emocional e avaliação de detalhes relativos às imagens apresentadas. Os resultados mostram uma ausência de relação entre confiança e exatidão no testemunho, tendo os participantes aceite com idêntica confiança conteúdos com informação verdadeira e com informação falsa. As emoções não se correlacionaram com a confiança, embora as emoções de nojo, desprezo e tristeza tenham apresentado uma correlação negativa com a exatidão. Os dados obtidos podem ser úteis no contexto forense.
Studies on the memory of the testimony suggests that emotions may influence its accuracy, interfering with the recall of important events and affecting the confidence-accuracy relationship of the testimony, but don’t agree about its real influence either in a positive or a negative way, and which factors do exercise more influence. The impact of emotions were studied, after the participants viewed real car crashes and dangerous maneuvers, as well as normal transit intended to explore the influence of emotions in posterior recalls, trying to verify how they interfere with the confidence-accuracy relationship with the disinformation effect. The sample consisted in 150 volunteer participants of both sexes, with driving licenses and driving with regularity because we wanted familiarity with the real images of dangerous traffic and that may involve as witnesses. The participants fulfilled questionnaires about the emotional impact and data related with the images showed. The results revealed the absence of relationship between confidence and accuracy in the testimony. The participants accepted with identical belief both false and true information. However, emotions such as disgust, contempt and sadness presented a negative correlation with the accuracy. These results can be useful in the forensic context.
Descrição: Tese de doutoramento, Ciências e Tecnologias da Saúde (Desenvolvimento Humano e Social), Universidade de Lisboa, Faculdade de Medicina, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/16155
Designação: Doutoramento em Ciências e Tecnologias da Saúde
Aparece nas colecções:FM - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd070014_td_Maria_Reis.pdf7,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.