Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Medicina Dentária (FMD) >
FMD - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/170

Título: Infiltração bacteriana em materiais de obturação retrógrada das apicectomias
Autor: Gingeira, António Manuel Pinto, 1958-
Orientador: Tavares, Luís Manuel Morgado
Marques, João Manuel de Aquino, 1958-
Palavras-chave: Dentisteria Conservadora
Medicina dentária
Teses de doutoramento - 2008
Issue Date: 2008
Resumo: O retratamento endodôntico cirúrgico é presentemente uma intervenção bem estabelecida, com um desfecho favorável a ocorrer em 80 a 94% dos casos. Esta eficácia é devida principalmente a uma melhor compreensão da fisiopatologia das lesões periapicais, e também das interacções microbianas e da sua ecologia. Tecnicamente, o desenvolvimento de técnicas cirúrgicas mais precisas, combinado com a utilização de métodos de preparação apical mais eficazes e a introdução de novos materiais para obturação retrógrada mais biocompatíveis, contribuem também decisivamente para esta taxa de sucesso. A realização de uma obturação retrógrada visa impedir a passagem, para os tecidos peri-apicais, de bactérias não eliminadas do espaço canalar. Os materiais usados para a obturação da cavidade retrógada podem ter comportamentos biológicos diversos, com isso influindo no prognóstico, a médio e longo prazo, destas intervenções cirúrgicas. A literatura existente, por não ter homogeneização de condições de estudo e por avaliar um número diverso de variáveis, não permite uma conclusão fidedigna quanto ao papel que os materiais de obturação, usados no acto cirúrgico, realmente desempenham. Tentando contribuir para o esclarecimento da importância dos materiais usados na eficácia das obturações retrógradas, foi realizado um estudo de infiltração bacteriana in vitro. Para atingir este objectivo foi concebido um modelo de dupla câmara inovador, e foram testados seis materiais utilizados em obturações retrógradas. As bactérias utilizadas no teste foram Proteus mirabilis, Enterococcus fæcalis e Propionibacterium acnes. Utilizando 450 raizes de dentes recentemente extraídos, estas foram submetidas a tratamento endodôntico, apicectomia e obturação retrógrada com amálgama, compósito, gutta-percha, ionómero de vidro híbrido, óxido de zinco com ácido etoxi benzóico (SuperEBA) e agregado de trióxidos minerais (MTA), sendo depois expostas à presença de cada uma das bactérias e observando-se a existência ou não de crescimento. Outras 90 raizes foram também preparadas e serviram de controlos. Foi realizado o estudo estatístico dos resultados obtidos, utilizando análise do Quiquadrado, ANOVA a um e dois factores e regressões logísticas. Da análise dos resultados obtidos pode-se concluir que o MTA é, dos materiais estudados, aquele que obtura com maior eficácia as cavidades retrógradas, impedindo a infiltração bacteriana. O SuperEBA demonstrou eficácia inferior ao MTA quando a bactéria testada foi o E. fæcalis, mas semelhante quando as experiências foram realizadas com outras bactérias. Os outros quatro materiais testados demonstraram não ser eficazes no estabelecimento de uma barreira estanque à passagem de bactérias do espaço canalar para o exterior.
Surgical endodontic retreatment is presently a well established intervention, with anexpected favourable outcome of 80% to 94%. This efficacy is due mainly to a better understanding of the pathophysiology of the periapical lesions, and of microbial interactions and ecology along with the development of more precise, surgical techniques, combined with the use of improved retropreparation methods and the introduction of new and more biocompatible materials for retrofill. A retrofilling aims to prevent leakage of bacteria from the canal space to the periapical tissues. The materials that are used to fill the retropreparation may have distinct biological behaviours, and in such way may influence the middle and long term prognosis of endodontic surgery. Due to a lack of homogeneity in the studies conditions and and to discrepancies in the factors evaluated, the literature reviewed until now does not allow a definitive conclusion about the role of retrofilling materials. The present study is a contribution for the understanding of the importance of materials in the efficacy of the retrofill. For that purpose an in vitro bacterial leakage study was performed. A new dual-chamber model was designed, and six different materials were tested for their ability to provide a bacteria-tight seal when used as a retrofill. The bacteria used were Proteus mirabilis, Enterococcus fæcalis and Propionibacterium acnes. 450 roots of freshly extracted teeth were submitted to endodontic treatment, apicoectomy and then were retrofilled with amalgam, composite resin, resin reinforced glass ionomer, gutta-percha, zinc oxide with etoxibenzoic acid (SuperEBA) and mineral trioxide aggregate (MTA). The roots were then exposed to one of the bacteria chosen and observed for 60 days for bacterial growth in the second chamber of the experimental model. Another 90 roots were prepared the same way and were used as positive and negative controls. The results were statistically analized, using Chi-square, one and two way ANOVA and logistic regression analysis. From the results obtained in this study, it is possible to conclude that MTA is the material that will most certainly prevent bacterial leakage. SuperEBA is less effective than MTA when in presence of E. fæcalis but similar with the other bacteria tested. The other 4 materials tested proved to be inefficient in providing a bacteria-tight seal when used as retrofilling material.
Descrição: Tese de doutoramento em Medicina Dentária (Dentisteria Conservadora), apresentada à Universidade de Lisboa através da Faculdade de Medicina Dentária, 2008
URI: http://hdl.handle.net/10451/170
Appears in Collections:FMD - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
ulsd054964_td_Antonio_Gingeira.pdf2,37 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia