Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1712

Title: Luiz Pacheco: um projecto moderno crítico-ficcional
Authors: Santos, Ana Sofia Narciso dos
Advisor: Morna, Fátima Freitas, 1952-
Keywords: Pacheco, Luís, 1925-2008
Literatura portuguesa - séc.20
Modernidade - Portugal
Análise literária
Teses de mestrado - 2010
Issue Date: 2009
Abstract: Este trabalho procura estudar de forma abrangente a obra de Luiz Pacheco e o seu contributo para a concepção da Modernidade portuguesa de meados do século XX. A partir dos seus textos críticos, epistolográficos e ficcionais, pretendo demonstrar que este autor personifica um dos últimos projectos modernos que tem nos conceitos de 'livro' e 'personagem' a sua força motivadora. Concebendo o livro como uma realidade completa que vai muito além do objecto, Pacheco procura criar uma noção de Literatura que problematize todos os processos que envolvem a formação do livro: desde a montagem e a edição, passando pela crítica, culminando na assunção da sua própria personagem, a que integrará a ficção. Desenvolvendo um programa crítico-literário que lhe permitiu autoficcionar-se enquanto criador de uma personagem homónima, Luiz Pacheco vai-se construir como um habitante de Lisboa que viveu em meados do século, exercendo as actividades de crítico, editor, epistológrafo e ficcionista. A primeira parte deste trabalho dedicar-se-á à crítica e à edição deste autor. Apontando os principais defeitos do meio crítico português, Pacheco concebe uma metodologia que possibilitará analisar a literatura do seu tempo (e não só) e inscrever-se como critico e leitor contemporâneo. Posteriormente, proporá um corpus literário capaz de educar todos os tipos de público, preparando-os como leitores modernos. Posteriormente, através do método crítico criado, Luiz Pacheco consumar-se-à como leitor exemplar da sua época, preparando a construção dos seus próprios textos através da absorção das influências que melhor o definirão e consolidarão como um autor moderno. Na terceira parte, analisar-se-ão narrativas seleccionadas de Luiz Pacheco. Partindo de Textos Locais, a única obra publicada em vida do autor que oferece uma perspectiva una e circular do seu Texto, analisarei a Literatura em Pacheco como um projecto de autoficcionação e criação de uma personagem homónima cuja construção é uma afirmação contra a Morte.
Through this essay, I intend to study and examine, in a comprehensive way, the work of Luiz Pacheco, and his contribution to the conception of Portuguese modernity at the turn of the 20th century. Through his critical texts, his letters and fictional narratives, I intend to demonstrate this author as the personification of one of the last modern projects, whose motivational force lies in the conceptions of book and character . Pacheco seeks to form a concept of Literature which approaches all the processes involved in the conception of a book, from assembly and edition, criticism, and finally the assumption of a character which will be integrated in fiction. The author achieves this by conceiving the book as a complete reality, detached from the object itself. In this sense, Luiz Pacheco develops a critical literary program which allows him to auto fictionalize himself as a homonymous character. He recreated himself as an inhabitant of Lisboa living at the turn of the century, as a critic, an editor, a correspondent, a fictionist. The first part of this essay concerns the criticism and edition of this author. By pointing out the main flaws of the Portuguese literary criticism, Pacheco conceives a methodology through which he can analyze coeval and non-coeval literature, thus declaring himself a critic and a contemporary reader. Once he has formed his own critical method, Pacheco proposes a literary corpus capable of educating all sorts of public, and develop them as modern, comprehensive readers of their time. Afterwards, through his critical method, Pacheco perfects himself as the model reader of his own time, and proceeds to prepare and build his texts by taking in influences which define and strengthen him as a modern author. Such influences are revealed through quotation (mainly neo-realist and surrealist) in his hybrid, at times fragmented e fragmentary work. On the third part of this essay, I will examine a series of selected texts by Pacheco. As a starting narrative, I chose Textos Locais, the only work of the author published in his lifetime, and which offers a wholesome and cyclic perspective of his Text. From Textos Locais, I will analyze the Literature in Pacheco as a project of auto fictionalization and consequential creation of a homonymous character whose very fabrication is a statement against Death.
Description: Tese de mestrado, Estudos Românicos (Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea), Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2010
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000576043
http://hdl.handle.net/10451/1712
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
21667_ulfl071888_tm.pdf480.26 kBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE