Universidade de Lisboa Repositório da Universidade de Lisboa

Repositório da Universidade de Lisboa >
Faculdade de Letras (FL) >
FL - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10451/1751

Title: Leonor Teles, uma mulher de poder?
Authors: Campos, Isabel Maria Garcia de Pina N. Baleiras S.
Advisor: Silva, Manuela Santos, 1961-
Keywords: Teles, Leonor, Rainha de Portugal, ?-1386
Rainhas - Portugal - séc.14
História política - Portugal - séc.14
Portugal - História - séc.14
Teses de mestrado - 2008
Issue Date: 2008
Abstract: Estudar o papel político da Rainha D. Leonor Teles, mulher do Rei D. Fernando de Portugal, foi o objectivo deste trabalho. Avaliar a veracidade do retrato que Fernão Lopes construiu, da Rainha, nas suas crónicas, foi o desafio que espoletou a investigação. O confronto dos seus escritos com a chancelaria activa e passiva do Rei D. Fernando e com outras crónicas (como as de Pero Lopez de Ayala, de Jean Foissart, de Jerónimo Zurara e a Crónica do Condestável ) representou a metodologia pela qual optámos. Apesar do número de doações dadas aos familiares, amigos e criados da Rainha ser 150, num total de 1691 actos de chancelaria, ou seja, 8,87%, Leonor Teles influenciou o governo do marido, nos domínios da graça régia, da diplomacia internacional e da sucessão do Reino, como provam as várias mercês que o Rei emitiu, em conjunto, com a Rainha e, às vezes também com a Infanta, D. Beatriz, e a participação de Leonor nos tratados de casamento da filha com Castela. Esta presença deve ser compreendida tendo em conta, não só o perfil psicológico e emocional do casal, mas, também, a noção de governo conjunto que o Rei defendeu dever ter com a Rainha, por ele achar que ela tinha direito a uma parte desse regimento. O Monarca, porém, não abandonou as prerrogativas de Rei absoluto , pois, mesmo nas terras da Rainha não se coibiu de interferir, apesar dos amplos poderes e liberdades que a carta de arras atribuía a Leonor. A comparação das chancelarias da Rainha, enquanto Consorte e, depois enquanto Regente revelou, que, nesta última e ao contrário da anterior, os privilégios atribuídos foram parcos e precários e que os agraciados passaram a ser os estratos mais baixos da nobreza, do clero e a burguesia. Leonor Teles morreu, provavelmente entre 1390 e 1405/6, em Valladolid. Segundo Antolínez de Burgos, um historiador seiscentista desta cidade, a sepultura da Rainha foi encontrada no claustro do Mosteiro de La Merced de Valladolid, em 1626, quando aí se procediam a obras de restauração.
Resumo alargado disponível em inglês
Description: Tese de mestrado em História Medieval de Portugal apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2008
URI: http://catalogo.ul.pt/F/?func=item-global&doc_library=ULB01&type=03&doc_number=000545795
http://hdl.handle.net/10451/1751
Appears in Collections:FL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
21996_ulfl062047_tm.pdf2.4 MBAdobe PDFView/Open
21997_ulfl062047_tm_anexo.jpg2.16 MBJPEGThumbnail
View/Open
21998_ulfl062047_tm_bras00E3o_teles_meneses.pdf1.4 MBAdobe PDFView/Open
21999_ulfl062047_tm_tabela_chancelaria.pdf61.96 kBAdobe PDFView/Open
22000_ulfl062047_tm_tabela_chancelaria_r_consorte.pdf62.2 kBAdobe PDFView/Open
22001_ulfl062047_tm_tabela_pessoas_instituicoes.pdf427.96 kBAdobe PDFView/Open
22002_ulfl062047_tm_tabela_terras.pdf54.6 kBAdobe PDFView/Open
22003_ulfl062047_tm_tabelacao_doc.pdf27.71 kBAdobe PDFView/Open
22004_ulfl062047_tm_introd_apend.pdf31.83 kBAdobe PDFView/Open
22005_ulfl062047_tm_genealogia_1_dinastia.tif486.96 kBTIFFView/Open
22006_ulfl062047_tm_tabelas_genealogicas.tif493.36 kBTIFFView/Open
22008_ulfl062047_tm_tabelas_genealogicas_teles_meneses_castros.tif493.36 kBTIFFView/Open
22009_ulfl062047_tm_arvore_costados_leonor_teles.jpg2.23 MBJPEGThumbnail
View/Open
22010_ulfl062047_tm_capas%20_apendice_tabelas.doc43.5 kBMicrosoft WordView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © Universidade de Lisboa / SIBUL
Alameda da Universidade | Cidade Universitária | 1649-004 Lisboa | Portugal
Tel. +351 217967624 | Fax +351 217933624 | repositorio@reitoria.ul.pt - Feedback - Statistics
DeGóis
  Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE