Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/17683
Título: Educação médica e profissionalismo
Outros títulos: Medical education and professionalism
Autor: Martins e Silva, João
Palavras-chave: Professional competence
Education, medical
Models, educational
Physician’s role
Data: 2013
Editora: Ordem dos Médicos
Citação: Acta Med Port 2013 Jul-Aug;26(4):420-427
Resumo: É analisada, sucintamente, a evolução que os objectivos, estratégias e modelos de formação médica têm tido deste a apresentação e subsequente aplicação do célebre modelo de Abraham Flexner, faz agora 103 anos. Ainda que globalmente aceite nos seus princípios e instrumentos pedagógicos originais, aquele modelo não tem evitado uma continuada insatisfação junto da comunidade médica e alunos, a que acrescem, mais acentuadamente nas últimas décadas, as exigências em cuidados de saúde mais eficientes por parte da sociedade, em geral, e dos doentes em particular. Em resposta a estes desideratos, a comunidade médica sentiu que era indispensável rever os critérios tradicionais do profissionalismo médico, adequando-os a um novo paradigma de sociedade e a um adequado e mais eficiente modelo de formação médica. Nesse propósito, são analisadas estratégias e metodologias, entretanto propostas, aparentemente mais adequadas à inclusão dos princípios e responsabilidades do profissionalismo médico desde o período inicial do ensino médico pré-graduado. Admite-se que a ênfase no ensino e na prática da reflexão ao logo do curso terão repercussões positivas e duradouras durante a vida profissional activa. Todavia, entende o autor que o sucesso das medidas a introduzir nos programas educação médica em prol de um novo modelo de profissionalismo continua a depender, sobretudo, dos atributos humanísticos e cognitivos dos alunos a serem escolhidos, e da qualidade pedagógica, académica e profissional dos seus docentes.
Is briefly analyzed the evolution that the objectives, strategies and models of medical education have had since their presentation and subsequent implementation of the famous model of Abraham Flexner, is now 103 years. Although globally accepted in their original pedagogical principles and instruments, that model does not have avoided the continuing dissatisfaction by the medical community and students and, most markedly in recent decades, the demanding of a most efficient health care by society, in general, and by patients in particular. In response to these ambitions, the medical community felt that it was essential to review the traditional criteria of medical professionalism, adapting them to a new paradigm of society and an appropriate and more efficient model of medical education. In this respect, are analyzed strategies and methodologies, apparently more suitable proposals for the inclusion of the principles and responsibilities of medical professionalism since the early period of pre-graduated medical education. It is assumed that the emphasis in teaching and practice of reflection throughout the course will have positive and lasting repercussions during active working life. However, the author believes that the success of the measures to be introduced in medical education programs to a new model of professionalism continues to depend, above all, of the humanistic and cognitive attributes of the students to be chosen, and the pedagogical quality, professional and academic of their teachers.
Descrição: Copyright © Ordem dos Médicos 2013
Peer review: yes
URI: http://www.actamedicaportuguesa.com/revista/index.php/amp/article/view/1284
http://hdl.handle.net/10451/17683
ISSN: 1646-0758
Aparece nas colecções:FM-IB-Artigos em Revistas Nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Educacao_medica.pdf275 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.