Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/17768
Título: A nova poética da natureza de Gary Snyder: budismo e ecocrítica na sua obra
Autor: Marques, Nuno Filipe da Silva
Orientador: Gato, Margarida Vale de
Palavras-chave: Snyder, Gary, 1930 - Crítica e interpretação
Poesia americana - séc.20 - História e crítica
Natureza - Na literatura
Teses de mestrado - 2014
Data de Defesa: 2014
Resumo: Esta dissertação introduz a obra do poeta Gary Snyder (1930-) à Academia Portuguesa para afirmar o seu lugar próprio na história da poesia dos Estados Unidos da América. Encontra-se dividida em três capítulos que determinam os três territórios do mapa do pensamento sincrético do autor. No primeiro capítulo, trata-se o diálogo da obra com os modos de representação da Natureza na literatura dos Estados Unidos, discutindo-se o lugar particular que nesta vem ocupar. Em rutura com a matriz literária do Pastoralismo, mesmo no compromisso ambiental que assume, a poesia de Snyder cristaliza um momento de passagem da escrita da natureza para a literatura ambiental. O segundo capítulo apresenta os elementos da religião Budista que penetram e constituem a obra do autor. Daqui resulta esclarecida a importância da inter-relação entre a mente e a natureza. Um elemento particular da presença do budismo nesta obra é a equivalência feita entre o conceito de interdependência e o conceito de natureza enquanto processo, cujas implicações a nível formal são esclarecidas. O terceiro e último capítulo retira da importância da relação com a Natureza as implicações formais e temáticas para a obra de Snyder. É dada particular atenção à articulação entre lugar geográfico e estrutura do poema que pressupõe uma inter-relação entre ambos. Para a ilustrar, concentro a mediação feita pelo poema e pelo poeta na figura do poeta xamã, evidente na presença de elementos animistas na poesia. É, de seguida, demonstrada a posição do autor sobre a linguagem enquanto ecossistema que decorre dos pressupostos anteriores. Considero ser a postura sincrética de Snyder a sua mais profunda marca de originalidade, cujas repercussões a nível formal e temático são incontornáveis para a compreensão da poesia norte-americana contemporânea. Reunindo elementos das três grandes áreas enunciadas — ecologia, budismo e poesia — a obra de Snyder oferece-se como projeto de revolução social, política, ambiental e poética para um novo (e antigo) lugar do homem na natureza.
Abstract: This thesis presents the work of the poet Gary Snyder (1930) to the Portuguese academia in order to clearly state its original and unique place among North-American poetry. It is divided in three chapters that determine the three different grounds of the author’s syncretism. The first chapter contextualizes Snyder’s work in the history of literary representations of nature. In rupture with the Pastoral literary mode it crystallizes a moment of passing between nature writing and environmental writing. The second chapter discusses the Buddhist elements present in Snyder’s work and stresses the importance of the interrelation between mind and nature. By stating the equivalence between the Buddhist concept of interdependence and ecosystems processes, the poems assume certain formal characteristics that are presented. Finally, the third chapter defines the relation between geographical places and Snyder’s poems. The formal aspects of the author’s poetry reflect Snyder’s notion of the poet as a shaman and its clarification allows for the discussion of the author’s statement of language as a wild ecosystem. Snyder’s syncretism is his most profound, original and long lasting influence in north-American poetry. It extends its influence to environmental ethics, the presence of Buddhism in North-America and the recovery of Native American Myths and lore. It does so in the context of a social, political, poetic, religious and environmental revolution that intends to create a new (and old) place for Man with Nature.
URI: http://hdl.handle.net/10451/17768
Designação: Mestrado em Estudos Ingleses e Americanos
Aparece nas colecções:FL - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfl175429_tm.pdf908,55 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.