Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/17814
Título: As TIC como formação transdisciplinar : potencialidades e dificuldades de implementação no contexto do ensino básico em portugal
Autor: Cruz, Elisabete Maria Carvalho Gerardo Pires da, 1973-
Orientador: Costa, Fernando António Albuquerque, 1958-
Rodríguez Illera, José Luis
Palavras-chave: Teses de doutoramento - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: A esta tese presidiu o propósito de interrogar as potencialidades e os limites da implementação das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) como área de formação transdisciplinar, no contexto do ensino básico em Portugal. Para este exercício de reflexão crítica, foi desenvolvido um percurso de investigação que visou a compreensão da configuração dos processos de recontextualização da filosofia curricular imbuída na Proposta Curricular de Integração Transversal das TIC (PCIT-TIC), produzida no âmbito do Projeto Metas de Aprendizagem. A base teórico-conceptual da investigação firmou-se no contexto mais geral da problemática respeitante à integração curricular, solicitando o contributo do conhecimento sistematizado em diversas disciplinas para ampliar um olhar curricularmente centrado sobre o fenómeno em estudo. Inspirada na conceção de currículo como um cruzamento de práticas sociais diversas, a questão norteadora do percurso realizado passou por saber como se reflete a filosofia da PCIT-TIC no pensamento, nas expetativas e nas práticas curriculares dos agentes que participam na configuração do currículo. A metodologia para abordar este fenómeno assentou em pressupostos onto-epistemológicos do paradigma interpretativo e mobilizou, como estratégias de recolha e análise de dados, a triangulação múltipla e a teoria fundamentada nos dados. O esquema de operacionalização da investigação abrangeu a realização de três estudos autónomos, delimitados a três âmbitos do sistema curricular, e envolveu um total de 57 sujeitos-informantes privilegiados: 11 especialistas das diversas áreas curriculares (subsistema curricular de participação social e controle); 11 professores-investigadores (subsistema curricular técnico-pedagógico); 14 professores e 21 alunos (subsistema curricular prático-pedagógico). O corpus do material empírico constituído para a concretização dos estudos integrou uma grande diversidade de textos, incluindo produções curriculares e relatórios elaborados pelos sujeitos, protocolos de entrevistas, questionários, protocolos de observação de aulas, memorandos e documentos institucionais. A opção para analisar e tratar os dados recaiu em procedimentos que combinaram diferentes técnicas, destacando-se o recurso a análises interpretativas de conteúdo em articulação com o tratamento estatístico dos dados. O trabalho realizado permitiu sustentar, empírica e teoricamente, a ideia de que os processos de recontextualização analisados traduzem uma rutura com a filosofia da PCIT-TIC, que é coincidente com o problema da permanência da conceção de “currículo enquanto disciplina”, dificultando a criação de uma identidade de TIC como formação transdisciplinar. As potencialidades e os limites desta identidade, pensável e exequível, emergem como um fenómeno em construção pela via da resistência, quer dizer, pelos sujeitos que tiverem a força para reagir contra a “autoridade da disciplina”, sem que isso signifique de modo nenhum abrir a porta a um pensamento-ação que afasta toda a racionalidade e controle disciplinares.
The purpose of this thesis was to interrogate both potential and boundaries of Information and Communication Technologies (ICT) implementation as a transdisciplinary curriculum area, in the context of the Portuguese basic education. For this exercise of critical reflection, we developed a research path that aimed to understand the configuration of the recontextualization processes of the curriculum philosophy imbued into ICT Cross-Curricular Proposal (ICT-CCP), produced in the scope of the Learning Outcomes Project. The theoretical and conceptual framework has been established in the broader context of the curriculum integration challenges, requesting the contribution of systematized knowledge from several subjects to increase a curricular look over the phenomenon under investigation. Inspired by the conception of curriculum as a crossover of different social practices, the guiding question of the path was to know how the ICT-CCP philosophy reflects over the thinking, expectations and practices of the agents involved in the curriculum configuration. The methodology used to study this phenomenon relied on onto-epistemological assumptions of the interpretative paradigm and it mobilized, as data collection and analysis strategies, the multiple triangulation and the grounded theory. The research included three autonomous studies, bounded in three different scopes of the curricular system, and involved a total of 57 privileged informants: 11 curriculum subject experts (social participation and control curricular subsystem); 11 teacher-researchers (technicalpedagogical curricular subsystem); 14 teachers and 21 students (practical-pedagogical curricular subsystem). The corpus of empirical material integrated a wide range of texts, including curricular productions and reports produced by the informants, interview protocols, questionnaires, class observation protocols, memorandums and institutional documents. The choice for the data analysis fell in procedures that combined different techniques, especially the use of the interpretive content analysis together with statistical data treatment. The work provided support, empirical and theoretically, to the idea that the analyzed recontextualization processes reflect a break with the ICT-CCP philosophy, which is coincident with the problem of the permanence of the “curriculum as a subject” conception, making difficult the creation of an ITC identity as transdisciplinary curriculum area. The possibilities and boundaries of this identity, thinkable and practicable, emerge as a phenomenon in construction through the resistance pathway, that is, due to the individuals who have the strength to react against the “disciplinary authority”, by no way meaning that doors are open to a thought-action which moves away all disciplinary rationality and control.
Descrição: Tese de doutoramento, Educação (Teoria e Desenvolvimento Curricular), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/17814
Designação: Doutoramento em Educação
Aparece nas colecções:IE - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulsd070230_td_Elisabete_Cruz.pdf8,37 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.