Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/17848
Título: O Conceito de Si em Adultos Idosos: Análise das características reveladas ao nível da auto-avaliação
Outros títulos: Self-concept in aged people: Analysis of the characteristics expressed at a self-report level
Autor: Novo, Rosa
Silva, Danilo
Palavras-chave: Conceito de Si
Self
TSCS
Idosos
Adultos
Envelhecimento
Data: 2003
Editora: Asociación Iberoamericana de Diagnóstico y Evaluación Psicológica
Citação: Novo, R. F. & Silva, D. (2003). O conceito de si em adultos idosos: análise das características reveladas ao nível da auto-avaliação. Revista Iberoamericana de Diagnóstico y Evaluación Psicológica, 15 (1), 121-158.
Resumo: Neste artigo, depois de abordados alguns aspectos teóricos e conceptuais, relativos ao self e ao self-concept e à sua relevância na caracterização da idade adulta avançada, apresentam-se os resultados de um estudo realizado com o objectivo de analisar as características fundamentais do Conceito de Si em adultos idosos. Pretende-se identificar, nos perfis da TSCS-R (Roid & Fitts, 1989), características específicas deste grupo relativamente a outros segmentos da idade adulta. Para tal, analisam-se os resultados obtidos na versão portuguesa da Escala com uma amostra de 619 participantes, considerados em três grupos de idade (jovens adultos; adultos; adultos idosos). A análise de resultados indica que os idosos apresentam uma maior diferenciação na auto-avaliação das diferentes facetas do self, com o nível mais baixo na descrição e satisfação das características associadas ao Self Físico, em contraste com as do Self Moral que registam os níveis superiores. Estas duas medidas, Self Físico e Self Moral, a par da de Autocrítica, destacam-se também pelas diferenças que revelam face aos valores obtidos nos grupos de idade mais jovem. Na interpretação dos dados são especialmente consideradas as características distintivas do conceito de si na idade avançada, as quais são discutidas no contexto dos desafios do processo de envelhecimento.
This paper presents different theoretical and conceptual aspects involving self and self-concept, and their relevance to the characterisation of the aged. Research work was planned and carried out to analyse the basic characteristics of self-concept in the aged as expressed in self-report. The main goal of this work is to identify the specific characteristics of these people in the TSCS-R’s profiles (Roid & Fitts, 1989) when compared with younger adults. The sample is composed of 619 participants divided in three age groups: young adults, adults and the aged. The data analysis shows that the aged presents a clear differentiation in the assessment of the different areas of the self; the lower level is expressed in the description and evaluation of the Physical Self, in contrast with the Moral Self that presents the highest values. Physical Self, Moral Self and Self-Criticism are the more prominent because they suggest differences in the aged adults when compared with the younger adults. This work shows evidence of the importance of particular aspects of self-concept in the aged and the results are discussed in relation to the challenges of the aging process.
Descrição: Versão manuscrita.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10451/17848
ISSN: 1135-3848
Versão do Editor: http://www.aidep.org/03_ridep/2_volumen15.html
Aparece nas colecções:FPCE - UOP - Artigos em Revistas Internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2003 SELFCONCEPT RIDEP.pdf222,96 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.