Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/17986
Título: Retrato da juventude em Portugal: traços e tendências nos censos de 2001 e 2011
Outros títulos: A portrait of youth condition in Portugal: highlights and trends in the 2001 and 2011 censuses
Autor: Vieira, Maria Manuel
Ferreira, Vítor Sérgio
Rowland, Jussara
Palavras-chave: Juventude
Youth
Censos
Census
Demografia
Demography
Data: 2015
Editora: INE
Citação: Vieira, M. M., Ferreira, V. S., Rowland, J. (2015). Retrato da juventude em Portugal: traços e tendências nos censos de 2001 e 2011 [A portrait of youth condition in Portugal: highlights and trends in the 2001 and 2011 censuses]. Revista de Estudos Demográficos, Nº 54, pp. 5-25
Resumo: O artigo pretende retratar a situação dos jovens portugueses na atualidade, bem como identificar as principais tendências de permanência e mudança ocorridas nesta população na última década, em três domínios relevantes – demográfico, escolar e laboral. Para tal, optou-se por reter como arco temporal o período compreendido entre 2001 e 2011, tomando como referência os dados relativos aos recenseamentos da população desses mesmos anos. A análise de tais dados permite discernir três grandes tendências longitudinais, estruturantes da situação social dos jovens de hoje, em Portugal. Em primeiro lugar, a sua compressão demográfica, revelando uma tendência de decréscimo da população jovem em todos os grupos etários, mais acentuada nos escalões entre 20 e 24 anos e entre 25 e 29 anos. Uma segunda tendência identificada é a notável progressão da população jovem portuguesa no sistema escolar, evidenciada não apenas na “alunização” dos jovens adolescentes, como também no aumento da proporção de estudantes entre os jovens adultos. Por último, os dados permitem ainda verificar dificuldades acrescidas no 6 Revista de Estudos Demográficos, nº 54 acesso dos jovens portugueses ao mercado de trabalho. Por um lado, observa-se que a inserção laboral dos jovens se encontra dificultada não só à entrada do mercado de trabalho, mas também na sua permanência e continuidade dentro deste. Como consequência o processo de inserção profissional dos jovens tem vindo a ser cada vez mais tardio, crescendo e prolongando-se as situações de dependência financeira da família.
The aim of this article is to portray the social situation of Portuguese youth nowadays, and identify the main trends of permanence and change that have occurred in this population over the past decade, in three important domains - demography, education and work. To this end, we focused on the period between 2001 and 2011, when population censuses took place. The analysis of these data enables us to discern three main longitudinal trends. Firstly, its demographic compression, revealing a tendency towards a decrease in young population, more accentuated in ages between 20 and 24 years and 25 and 29 years. A second trend identified is the remarkable progression of Portuguese youth in the school system, as evidenced not only in the considerably high enrollment rates among young adolescents, but also in the increasing number of students among young adults. Finally, the data reveals increased difficulties for Portuguese young people in the access to the labor market. In fact, the process of transition to the labour market is hindered not only at the entry, but also in its permanence and continuity. As a consequence the process of transition to the labour market has been increasingly delayed, extending the situations of financial dependence on the family.
URI: http://hdl.handle.net/10451/17986
Aparece nas colecções:ICS - Artigos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ICS_MMVieria_VSFerreira_JRowland_Retrato_ARN.pdf719,09 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.