Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18005
Título: Modelação analítica da erosão de praias por tempestade
Autor: Gala, Teresa Maria Teixeira Bastos Vaz e
Orientador: Taborda, Rui, 1966-
Palavras-chave: Erosão costeira
Modelação analítica
Perfil de equilíbrio
Modelo de Larson
Velocidade do espraio
Teses de mestrado - 2015
Data de Defesa: 2015
Resumo: A erosão costeira, que se traduz na tendência de recuo da linha de costa, é um processo de evolução que tem vindo a aumentar, trazendo como consequência directa a redução da área das praias e a destruição das dunas. Estas últimas constituem, muitas vezes, uma linha de defesa natural contra a acção das ondas durante as tempestades. À erosão costeira, e em particular à erosão das dunas, pode associar-se a destruição do património construído e mesmo conduzir a perdas de vida humana por vezes agravada por eventos de inundação e galgamento oceânico. Torna-se pois importante e necessário prever qual o impacto das tempestades sobre as dunas em termos de recuo e volume erodido. O principal objectivo desta dissertação é a quantificação da erosão do perfil de praia provocada pelas tempestades marítimas. Para tal foram analisados três modelos analíticos: modelo de Edelman; modelo de Kriebel & Dean; e modelo de Larson et al. Destes modelos conclui-se que o mais adequado para aplicação à costa portuguesa é o de Larson et al. pois é o único que contempla directamente o efeito da maré. O nível da maré tem uma grande importância no cálculo da erosão durante uma tempestade, pois se esta ocorre em preia-mar o nível do mar será maior e, consequentemente, a altura das ondas e o seu alcance sobre o perfil de praia serão também maiores tal como os seus efeitos. A aplicação dos modelos de erosão dunar às tempestades do inverno de 2014 na praia da Foz do Lizandro revelou que para o intervalo entre Janeiro-Fevereiro o valor determinado pelo modelo de Edelman é relativamente próximo do observado enquanto os valores estimados pelos outros modelos são claramente superiores. Relativamente ao intervalo de Fevereiro-Março verifica-se que o valor determinado tanto pelo modelo de Kriebel & Dean como pelo modelo de Larson et al. se aproximam muito do valor acumulado para o recuo da base da duna.
Coastal erosion, which translates to the retreat of the coast line, it’s an evolution process that has been increasing, bringing as direct consequence the reduction of the beach area and the destruction of dunes. The former often constitute a line of natural defense against the action of the waves during storms. Coastal erosion, and in particular dune erosion, can be associated with the destruction of buildings and even lead to the loss of human lives, sometimes aggravated by flood events and overtopping. Therefor it becomes important and necessary to predict the impact of storms on dunes regarding the retreat and the eroded volume of the dune. The main objective of this dissertation is to quantify the erosion of the beach profile triggered by marine storms. Three analytic models were analyzed: Edelman’s model; Kriebel and Dean’s model and Larson et al. model. From these models the most adequate for application on the portuguese coast is Larson et. al model, because this is only one that directly contemplates the tide effect. The tide level has a great importance in the calculation of the erosion during a storm, because if it occurs during high-tide the sea level will be higher and, consequently, the wave height and its reach over the beach profile will also be higher just as their effects. The application of the dune erosion models to the winter storms of 2014 in Foz do Lizandro beach revealed that between January and February the value determined by Edelman's model is relatively close to the observed one, whereas the estimated values by other models are clearly superior. Between February and March it can be seen that the values determined by Kriebel and Dean’s model and Larson’s model are very close to the total value for the retreat of the base of the dune.
Descrição: Tese de mestrado em Geologia do Ambiente, Riscos Geológicos e Ordenamento do Território, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2015
URI: http://hdl.handle.net/10451/18005
Designação: Mestrado em Geologia do Ambiente, Riscos Geológicos e Ordenamento do Território
Aparece nas colecções:FC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ulfc113595_tm_Teresa_Gala.pdf5,39 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.