Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10451/18063
Título: Estratégias de saúde pública relativas à exposição a dioxinas. Programas de vigilância epidemiológica ambiental - Um exemplo de aplicação
Autor: Reis, M. Fátima
Miguel, J. M. Pereira
Sampaio, Carla
Melim, M.
Palavras-chave: Dioxinas
Biomonitorização
Leite materno
Exposição perinatal
Data: 2004
Editora: Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
Citação: RFML 2004; Série III; 9 (4): 243-254
Resumo: A quantificação da exposição humana a dioxinas torna imprescindível o recurso à monitorização destes compostos no organismo humano, quando o objectivo é relacionar exposição e efeitos adversos na saúde dos indivíduos, e, por maioria de razão, quando os efeitos visados são os precoces, antes do aparecimento dos sinais clínicos. O leite materno é uma das matrizes humanas mais convenientes para a biomonitorização de dioxinas, na medida em que, embora referente a um único segmento demográfico em condições fisiológicas específicas e a um período muito reduzido na vida média dum indivíduo, permite obter informação sobre a exposição a estes compostos, quer especificamente para um importante sector da população, quer mesmo para a população geral, relativamente à qual é de extrema utilidade como indicador de exposição a este tipo de compostos, em programas de vigilância para avaliação de tendências geográficas e/ou temporais. Mas a sua maior vantagem é ainda a de poder fornecer informação sobre os níveis de dioxinas nas mulheres durante a gravidez e amamentação e, consequentemente, sobre a exposição pré-natal, dada a capacidade que as dioxinas têm de atravessar a barreira placentária e atingir o feto, e sobre a exposição pós-natal, uma vez que ocorre a transferência destes químicos, das mães aos filhos, através da amamentação, e que o leite pode constituir, para os lactentes, o único alimento, num período que não sendo muito longo na vida média de cada indivíduo, pode ser relevante em termos da exposição a estes compostos. Numa perspectiva de Saúde Pública, seria portanto desejável que qualquer estratégia relativa à exposição humana a dioxinas, desenvolvida com vista a melhorar a base de avaliação do risco para a saúde das crianças, ou para definir e adoptar medidas cientificamente fundamentadas de controlo e redução das fontes e minimização da exposição ambiental, passasse pela biomonitorização daqueles compostos no leite materno. No presente trabalho, revêem-se vantagens, desvantagens e condições da utilização do leite materno para quantificar a exposição, sobretudo perinatal, a dioxinas e descrevem-se exemplos de aplicação em curso, no âmbito de Programas de Vigilância Epidemiológica Ambiental relativos a unidades de incineração de resíduos sólidos, a operar na Área Metropolitana de Lisboa (Norte) e na Região Autónoma da Madeira.
Peer review: no
URI: http://www.fm.ul.pt//FMLPortal/UserFiles/File/RFML_4_2004.pdf
http://hdl.handle.net/10451/18063
ISSN: 0872-4059
Aparece nas colecções:FM-IMP-Artigos em Revistas Nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
estrategias_saude_publica.pdf85,92 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.